propaganda

terça-feira, 28 de março de 2006

Novidades musicais

Se eu fosse escrever sobre todas as bandas que eu tenho ouvido ultimamente, sobre todos os cds que eu baixo, ia ser complicado. Estou sempre procurando por coisa nova, pode ser novas bandas ou então novos cds dos meus artistas favoritos.

Minhas fontes de procura costumam ser sites de música como o New Music Express (
www.nme.com) ou a loja virtual britânica HMV (www.hmv.co.uk). Tem também outros sites que ajudam a saber mais sobre a banda como o My Space (www.myspace.com) ou o You Tube (www.youtube.com), onde pode se encontrar vários videos.

Bom, sem mais enrolação, deixe-me falar sobre coisas que tenho ouvido que me chamaram mais a atenção. Ou pelo menos algumas delas. Quem sabe depois eu não acabo falando mais.



O The Vines parecia ser mais uma banda que chegava ao fim. Isso porque no final de 2004 o vocalista e guitarrista Craig Nicholls teve um colapso e descobriu que tinha um problema de saúde. Ele foi diagnosticado com sindrome de Aspergers (uma forma de autismo). Contudo, com ajuda profissional e uma mudança no seu estilo de vida fizeram com que ele respondesse bem ao tratamento da doença.

Em Setembro do ano passado ele entrou em um pequeno estúdio em Sydney junto com o produtor australiano Wayne Conolly e os membros restantes da banda, o baterista Hamish Rosser e o guitarrista Ryan Griffiths. O resultado disso é o terceiro disco da banda chamado “Vision Valley”, que vai ser lançado no dia 4 de Abril (sem data de lançamento aqui no Brasil por enquanto).

Não foi uma grande produção e não existem planos para turnê. Esse novo trabalho mostra que a banda ainda tem coisa boa para mostrar. São ao todo treze músicas, que passam pelo rock de garagem rápido e barulhento até músicas pop bonitinhas, lentas e melosas. Um dos destaques fica pelo primeiro single “Gross out”, com pouco mais de um minuto que reflete bem a sonoridade da banda. Outra que chama a atenção é a música “Don´t listen to the radio”. Para quem gostou dos dois primeiros discos da banda, vale a pena conferir esse novo trabalho.

Links:
www.thevines.com (site oficial)
www.myspace.com/thevines


O cd “Are you thinking what Im thinking” é o primeiro trabalho da banda americana The Like. Formada por três mulheres: Z Berg nos vocais e guitarra, Charlotte Froom no baixo e vocais e Tennessee Thomas na bateria. Elas se juntaram em 2001 em Los Angeles e começaram a chamar atenção, principalmente por serem bastante jovens (duas tinham 15 anos e uma 16). Nos três anos seguintes lançaram 3 Eps e em 2004, após terminarem o “high school”, assinaram com a gravadora Geffen Records e entraram em turnê com as bandas Phantom Planet e Maroon 5. No inverno de 2005 entraram em estúdio e o resultado é esse primeiro disco, que foi lançado agora em Março.

O som delas pode ser considerado uma mistura de bandas como Elastica, The Bangles ou mesmo The Pretenders. Mas o que mais chama atenção são suas melodias com muita energia, harmonia, letras bonitas, mesclando ao mesmo tempo um estilo meio acústico com o bom e velho rock´n roll. As músicas conseguem criar um certo clima de melancolia, com uma atmosfera bastante interessante. A voz de Z Berg é maravilhosa! As letras falam basicamente de amor, usando até referências literárias, que conseguem emocionar, isso tudo com um arranjo totalmente pop. Ouçam o primeiro single chamado “June Gloom”. Esse é um disco que eu tenho ouvido bastante, sem parar...

Links:
www.ilikethelike.com (site oficial)
www.myspace.com/thelike


A primeira vez que eu ouvi a banda Delays jurava que era uma mulher que cantava. O choque foi ao ver uma foto da banda e descobrir que não tinha nenhuma. A voz indie pop em falsete do vocalista Greg Gilbert talvez seja o que mais chame atenção nas músicas. Eles lançaram agora em março o seu segundo disco chamado “You see colors”, sucessor de “Faded Seaside Glamour” de 2004 (que foi até lançado aqui no Brasil pela Trama).

Dessa vez eles estão com novas influências. Esse novo trabalho viaja mais pelo mundo da música eletrônica, soando mais pop e dançante, é claro, sem deixar o indie de lado. O primeiro single chamado “Valentine” é muito boa para a pista de dança. Apostando em outras vertentes, esse segundo disco é muito mais ambicioso e complexo, capaz de agradar desde os fãs de música indie ou mesmo aqueles que curtem música pop.

Links:
www.thedelays.co.uk (site oficial)
www.myspace.com/thedelays


Por enquanto vou ficar somente com esses, para não ficar muita coisa para ler. Entre outras coisas que tenho baixado posso citar coisas como Rob Zombie (“Educated Horses”), Pink (“I'm not dead”), Be Your Own Pet, Morning Runner (“Wilderness is Paradise Now”), The Sounds (“Dying to say this to you”), The Concretes (“In Color”), Prince (“3121”), Panic at the Disco (“Fever you can't sweat”), Eagles of Death Metal (“'Death by sexy”), entre muitos outros. Quem sabe depois não falo sobre eles.
Postar um comentário