propaganda

terça-feira, 1 de maio de 2012

Duran Duran

28 de Abril de 2012
Centro de Convenções – Brasília – DF
Fotos tiradas com meu celular


Após ter perdido o show do Duran Duran no SWU por causa de choque no horário com o Hole, acabei dando a sorte da banda voltar ao Brasil e dessa vez tocar em Brasília. A apresentação estava marcada inicialmente para o Ginásio Nilson Nelson, mas acabou mudando para o Centro de Convenções que é um local menor. Acredito eu que a mudança foi por causa da pouca venda de ingressos, que estavam bem caros. Mesmo num lugar menor o local não ficou lotado. Uma pena, espero que a produtora Vision Produções não desista de fazer shows em Brasília, mas que os próximos tenham ingressos menos caros.

Felizmente o fato do local não estar lotado não prejudicou a apresentação. No palco o Duran Duran tem quase sua formação clássica com Simon Le Bon (vocal), Nick Rhodes (teclados), John Taylor (baixo) e Roger Taylor (bateria). Apenas o guitarrista Andy Taylor não está mais presente, que foi substituído por Dom Brown. Completam a banda Simon Willescroft (sax e percussão) e Anna Ross (backing vocal).

No repertório a banda que provar que não vive apenas de hits do passado e toca música de quase toda a carreira, inclusive valorizando bastante o último cd chamado “All you need is now”.  Foi desse disco que veio a abertura com “Before the Rain”. Mas logo em seguida eles mandam “Planet Earth”, um dos primeiros hits e o público vai ao delírio.

Além das músicas, outra coisa que marcou a banda foi o visual. Hoje em dia eles já não são mais garotos, mas ainda tentam manter algum estilo. O vocalista Simon pode não estar em plena forma física, mas continua cantando muito bem e bastante carismático sempre interagindo com o público. O palco também tem uma boa iluminação e um telão no fundo mostra algumas imagens relacionadas a música que estiver sendo executada.

Sem dúvidas o Duran Duran influenciou bastante muitas bandas atuais. Então é interessante ver como as suas músicas ainda continuem soando um pouco atuais por mais que elas tenham a sonoridade marcante dos anos 80.

A apresentação contou com algumas surpresas. A primeira foi a presença de “Save a Prayer” no repertório. Eles não vinham tocando esse clássico, mas acho que resolveram voltar a tocá-la especialmente para essa mini-turnê no Brasil (além de Brasília mais 2 shows no Rio e em São Paulo). Com certeza foi um dos melhores momentos do show.
A outra surpresa foi meio inusitada. Na hora de tocar “Ordinary World”, Simon anuncia que a cantora Fernanda Takai (Pato Fu) irá cantar junto com ele. Ela havia regravado a música em um disco solo e revelou ser grande fã da banda. Foi interessante, mas também dispensável.

São tantos hits que nem sei quais destacar sem acabar citando praticamente todo o repertório. Não senti falta de nenhuma música. As músicas mais novas como “Girl Panic!” e “Safe (In the Heat of the Moment)” mostram a qualidade do último disco e são bem animadas. Vou destacar as minhas favoritas: “A View to a Kill” (música tema do filme de 007 de mesmo nome e provavelmente a primeira música que ouvi da banda já que sou fã dos filmes do agente secreto), “Hungry Like the Wolf” e “Rio”, que fechou a apresentação com chave de ouro.
Forte candidato a um dos melhores show do ano o Duran Duran mostrou ao vivo que ainda continua bastante relevante ao misturar hits nostálgicos com ótimas canções novas. 

Postar um comentário