propaganda

domingo, 26 de maio de 2013

Nick e Norah - Uma Noite de Amor e Música

Título Original:  Nick & Norah's Infinite Playlist  (2006)
Autor: Rachel Cohn e David Levithan
Tradução: Ryta Vinagre
Editora: Galera Record
Número de páginas: 224


Quando eu assisti o filme “"Nick & Norah: Uma Noite de Amor e Música"” em 2010 gostei tanto da história que corri atrás do livro. E valeu a pena, o livro é melhor do que o filme. A maneira como o romance é construído é mais interessante e se concentra mais nos protagonistas. No filme alguns coadjuvantes ganham espaço demais.

Para quem não assistiu o filme, na história temos 2 jovens: Nick e Norah do título. Eles tem em comum o gosto musical e o fato de estarem se recuperando de relacionamentos amorosos anteriores. Eles acabam se conhecendo por acaso num show. Ele tem uma banda e ela é filha de um executivo de gravadora.

Tudo começa nesse show que a banda de Nick está fazendo e a ex-namorada dele aparece com outro cara. Para fingir que está tudo bem ele pede para uma menina que estava por lá, Norah, para fingir ser sua namorada por 5 minutos. E a partir de um beijo de mentira aparece uma faísca entre os 2.

Então iremos acompanhar uma “aventura” dos 2 em Nova York em busca do show secreto da banda favorita deles enquanto eles se conhecem no meio de muita alegria, ansiedade, confusão e diversão de um primeiro encontro.

E como a música é que aproxima os 2, então o que não falta são referências pop ao mundo do rock no livro. Isso misturado com muito humor e romance. Mas não se preocupe que mesmo sem entender as referências é possível curtir a história e quem sabe não se interessar a entrar nesse mundo depois.

É aquele tipo de história que você gostaria que tivesse acontecido com você. E é justamente o que mais me atraiu no livro, já que a minha história de amor com minha namorada também envolve gosto musical e uma banda favorita em comum (Smashing Pumpkins).

O jeito como ele foi escrito que é o mais legal. A autora Rachel Cohn teve a ideia da história enquanto caminhava pelo Central Park. Uma história de amor entre 2 jovens caretas que não bebiam e nem usavam drogas. O nome deles é uma referência a uma série literária chamada “Thin Man”. Ela já tinha escrito livros para jovens, mas achou que precisava de uma voz masculina. Então ela chamou David Levithan.

Cada capítulo do livro alterna o ponto de vista do personagem: um para Nick e outro para Norah. Então Rachel escreveu os de Norah e David os de Nick. Esse formato ficou muito legal. A história vai caminhando alternando a perspectiva e aos poucos vamos conhecendo os personagens. Um escrevia um capítulo e passava para o outro continuar. E essa parceria acabou gerando mais 2 livros: "Naomi and Ely's No Kiss List" (2007) e "Dash & Lily's Book of Dares" (2010), ambos sem lançamento no Brasil.

O livro acabou fazendo um certo sucesso e virou o filme protagonizado por Michael Cera e Kat Dennings. Então se você gostou do filme, principalmente da história e dos personagens, pode ir atrás do livro que vale muito a pena.
Postar um comentário