propaganda

quinta-feira, 23 de maio de 2013

Velozes e Furiosos 5 - Operação Rio

Título Original: Fast Five (EUA , 2011)
Com: Vin Diesel, Paul Walker, Dwayne "The Rock" Johnson, Joaquim de Almeida, Jordana Brewster, Chris “Ludacris” Bridges, Tyrese Gibson, Matt Schulze, Sung Kang, Gal Gadot, Elsa Pataky, Don Omar e Tego Calderon
Direção: Justin Lin
Roteiro: Chris Morgan
Duração: 130 minutos


Nota: 4 (ótimo)

Eu perdi de assistir “"Velozes e Furiosos 5 - Operação Rio"” no cinema, mas agora que vai estrear o 6 corri atrás para assistir. Sem dúvidas ele marca uma mudança de tom na franquia. Os rachas e os carros tunados ficam de lado e o negócio vira um filme de ação tradicional. Uma mistura de filmes de ação, com cenas de perseguição de carro (eles continuam importante) com história sobre roubo estilo “11 homens e 1 segredo”.

O 1º filme (Velozes e Furiosos de 2001) era divertido, o 2º (+ Velozes + Furiosos, de 2003) é mais ou menos e perdeu o elenco principal ficando apenas Paul Walker, e o 3º (Velozes e furiosos: Desafio em Tóquio de 2006) eu nem assisti, mas teoricamente os eventos dele se passam após o filme 6 (!?). O 4º filme (Velozes e Furiosos 4 de 2009) eu só vi uns pedaços e ele é considerado a 1ª continuação de verdade já que tem o elenco do 1º filme reunido novamente, mas continua na mesma linha do 1º.

E quem não assistiu nenhum filme da série? Pode ir assistir sem problemas. No máximo vai perder um pouco das piadas, mas não vai fazer muita diferença no “entendimento” da “história” e muito menos em curtir as cenas de ação.
Basta saber que  Dominic Toretto (Vin Diesel) conseguiu fugir da prisão com ajuda de Brian O'Conner (Paul Walker), ex-policial, e Mia Toretto (Jordana Brewster), sua irmã e também namorada de Brian. Eles fogem para o Rio de Janeiro onde irão se envolver com problemas com um mafioso local chamado Hernan Reyes (Joaquim de Almeida) e também estão sendo caçados pela equipe de policiais liderada por Luke Hobbs (Dwayne Johnson). Lá eles resolvem montar um plano para roubar Hernan, aí chamam a “turminha” para ajudar. Então entram personagens de toda a franquia para formar a equipe.

Se você for ficar se preocupando com os absurdos e furos do roteiro o negócio vai perder a graça. Basta abstrair as coisas e entrar no modo divertimento para aproveitar as cenas de ação. Esse é o grande forte do filme.

Ainda mais que a trama se passa no Rio de Janeiro, mas pouca coisa foi realmente filmada por lá. A maior parte foi filmada em Porto Rico. Então temos pessoas que falam um português com sotaque por exemplo. E a imagem do país ficou no meio termo. Em alguns momentos mostra a “bagunça” das favelas e corrupção, mas até mostram um “desenvolvimento” que a gente não tem numa cena que envolve um trem. A gente até queria mesmo ter esse trem (risos).
Resumindo, se você quer um filme de ação bem divertido então corra atrás porque esse é um dos melhores do gênero feito em 2011. As cenas de ação são muito boas, algo que infelizmente não é muito comum ultimamente em Hollywood. A franquia acerta em se tornar mais abrangente e com isso mais legal. E pelo sucesso que vem fazendo novos filmes vem por aí, já que depois do 6, parece que o 7 já está confirmado.

Obs: tem uma cena escondida no final que mostra a deixa para o filme 6.
Postar um comentário