propaganda

quinta-feira, 6 de junho de 2013

Se Beber, Não Case - Parte III

Título Original: Hangover Part III (EUA , 2013)
Com: Bradley Cooper, Ed Helms, Zach Galifianakis, Justin Bartha, Ken Jeong, John Goodman, Melissa McCarthy, Heather Graham e Jeffrey Tambor
Direção: Todd Phillips
Roteiro: Todd Phillips e Craig Mazin
Duração: 100 minutos


Nota: 4 (ótimo)

Não é tão genial quanto o e é menos engraçado que o , mas “Se Beber, Não Case - Parte III” encerra muito bem a história do bando de lobos. Como o foi bastante criticado por ser parecido demais com o , dessa vez não temos casamento e nem ressaca (do título original “hangover”). A trama gira em torno de Alan (Zach Galifianakis) e Mr. Chow (Ken Jeong), o verdadeiro dono do filme.

O comportamento de Alan não é mais tolerado por sua família e amigos, principalmente após a morte de seu pai, que decide se reunir para convencê-lo a ser internado numa instituição para se cuidar. Então o bando de lobos: Phil (Bradley Cooper), Stu (Ed Helms) e Doug (Justin Bartha) fica responsável em transportar Alan. Mas no meio do caminho um mafioso chamado Marshal (John Goodman) aparece atrás de Mr. Chow. Então ele leva Doug como garantia e o resto do grupo terá que ir atrás de Chow.

A comédia ainda é o gênero principal, mas dessa vez o filme ganha elementos de aventura e ação com uma situação mais “tensa” que os anteriores. Não iremos mais descobrir o que aconteceu com os personagens, mas sim como eles irão fazer para encontrar Chow e resolver a situação.

O principal foco da história é esse “amadurecimento” do personagem de Alan. A trama tem momentos bem interessantes que mostram essa evolução dele. Além disso, o roteiro foi feito pensado mais nos personagens do que nas situações. Em de alguma forma encerrar a história deles e mostrar eles pagando por seus “pecados” dos filmes anteriores.

A situação um pouco mais “séria” e “tensa” me incomodou em alguns momentos, mas no final faz um pouco de sentido em pensar no encerramento da história. Isso eu estou falando do ponto de vista de fã da agora trilogia e de seus personagens.

Mas como falei no início, o verdadeiro dono do filme é Mr. Chow! A trama toda gira em torno dele. Seu personagem ganha tamanha importância que não duvido de resolverem fazer um filme solo dele. As melhores cenas envolvem ele, seguida por Alan. O resto do bando de lobos (Phil e Stu) está um pouco mais “apagada”.
É legal também ver personagens do 1º filme voltarem em participações especiais, como a prostituta vivida por Heather Graham junto com seu filho, agora mais velho (numa cena bem legal junto com Alan). Mas quem rouba mesmo a cena mais uma vez com uma participação especial estreando na franquia é a atriz Melissa McCarthy.

Outro ponto que me chamou bastante a atenção foi a trilha sonora com rock de muita qualidade com nomes como Danzig (que já tinha tido música no 2º filme), Black Sabbath e Nine Inch Nails, só para citar alguns.

O filme foi feito principalmente pensando nos fãs da franquia e dos personagens entregando algo diferente dos 2 primeiros filmes (que pode desagradar alguns), além de encerrar a história de maneira bem interessante. E aguardem a cena durante os créditos que é sensacional!
Postar um comentário