propaganda

sábado, 14 de setembro de 2013

Truque de Mestre

Título Original: Now You See Me (EUA , 2013)
Com: Jesse Eisenberg, Mark Ruffalo, Mélanie Laurent, Woody Harrelson, Isla Fisher, Dave Franco, Morgan Freeman, Michael Caine, Michael Kelly e Common
Direção: Louis Leterrier
Roteiro: Ed Solomon, Boaz Yakin e Edward Ricourt
Duração: 115 minutos


Nota: 2 (regular)

O filme “Truque de Mestre” começa muito bem com uma boa premissa envolvendo um grupo de mágicos ilusionistas e conta com um excelente elenco, mas ao desenrolar da trama quando o “truque” vai sendo revelado ele vai perdendo a sua “magia”. Infelizmente não resisti e tive que usar esses trocadilhos (risos).

Tudo começa com a apresentação dos 4 “mágicos: J. Daniel Atlas (Jesse Eisenberg), especialista em truques com cartas, Merritt McKinney (Woody Harrelson), um hipnotizador, Jack Wilder (Dave Franco), hábil com as mãos, e Henley Reeves (Isla Fisher), uma moça capaz de se livrar de correntes. Eles são recrutados misteriosamente e reaparecem 1 anos depois em Las Vegas apoiados por um milionário (Michael Caine) para seu grande truque: roubar um banco em Paris.

O “crime” chama a atenção da mídia e eles são presos. Então um agente do FBI (Mark Ruffalo) é convocado para investigar contando com a ajuda de uma agente francesa da Interpol (Mélanie Laurent). Aí começa a “piada” inicial que é bacana. Para eles continuarem presos a polícia teria que assumir que a “mágica” tinha funcionado. A investigação conta também com a ajuda de um ex-mágico (Morgan Freeman) que agora da uma de Mister M e ganha a vida revelando o truque dos colegas.

Mas como eu falei no início, depois desse começo interessante a trama vai se perdendo aos poucos. Até chegar ao final quando todo o “mistério” é revelado. Então você se sente como está vendo um show de ilusionismo. Enquanto o espetáculo está acontecendo você vai se divertindo, mas no final quando o “truque” é revelado toda a “magia” vai por água abaixo.

O elenco até se esforça com todo o seu talento e carisma, mas não é suficiente para salvar o resultado final. A fragilidade da trama acaba falando mais alto. A “surpresa” final acaba soando muito forçada. E sem contar que os personagens, principalmente os 4 mágicos, são pouco desenvolvidos e suas motivações nunca são totalmente reveladas de maneira satisfatória.

No final fica a sensação de que tudo poderia ter sido pelo menos divertido, mas infelizmente a diversão não dura muito tempo. E uma continuação já está confirmada graças ao bom resultado nas bilheterias, tem até uma deixa no final, mas não acredito que de para salvar. Mas quem sabe pode ser que consigam que seja divertido até o final.
Postar um comentário