propaganda

terça-feira, 31 de janeiro de 2017

Axé: Canto do Povo de Algum Lugar

Qual a importância de um gênero musical para a cultura de uma cidade? E qual a influência dele na música nacional? Qual o impacto dela pelo país? Essas são algumas das perguntas que o documentário “Axé: Canto do Povo de Algum Lugar”, dirigido e escrito por Chico Kertész, tenta responder sobre a axé music.

O filme faz um trabalho muito bom de entrevistas e pesquisa sobre o gênero. Diversos artistas, empresários, jornalistas e outros envolvidos de alguma forma no movimento, dão seus depoimentos contando suas histórias e experiências com a música. Intercaladas com as entrevistas são mostradas imagens de televisão, fotos ou recortes de jornais ou revistas para ilustrar melhor a história.

De Luiz Caldas à Ivete Sangalo, passando por artistas diversos como Timbalada, Olodum e É o Tchan, o filme mostra toda a diversidade do que foi classificado como axé music. E como qualquer rótulo dentro da música alguns artistas renegam, enquanto outros abraçam forte a classificação.

O documentário mostra a importância da axé music dentro da música brasileira e do impacto que ela teve na cultura popular do país. Respondendo os questionamentos do início do texto.
Kertész consegue realizar com seu filme um um ótimo resumo sobre a história da axé music. E ainda faz uma ótima reflexão sobre a "decadência" e de como o negócio virou uma "indústria". Os empresários ficaram ricos enquanto muitos artistas foram sugados e estão na pobreza. Ou de como não houve renovação e espaço para novos artistas surgirem nos últimos anos. Esses temas, inclusive, poderiam ter sido mais explorados.

Pena que por ganância o gênero tenha virado mais um negócio do que uma expressão cultural. E isso quem está falando é uma pessoa que nem gosta desse tipo de música. Mas não posso ser hipócrita a ponto de ignorar o seu impacto e importância na história musical de Salvador, da Bahia, e é claro, do Brasil.

Título Original: Axé: Canto do Povo de Algum Lugar (Brasil, 2017)
Com: Ivete Sangalo, Caetano Veloso, Daniela Mercury, Carlinhos Brown, Gilberto Gil, Saulo Fernandes, Claudia Leitte, Margareth Menezes, Luiz Caldas, Gerônimo, Bel Marques, Wesley Rangel
Direção e Roteiro: Chico Kertész
Duração: 105 minutos

Nota: 4 (ótimo)
Postar um comentário