propaganda

sexta-feira, 21 de maio de 2004

Ken Park

O diretor Larry Clark sempre fez filmes polêmicos.

Tudo começou com Kids, em 1995. Jovens se drogando, fazendo sexo sem se preocupar com metodos anticoncepcionais ou com as DST (principalmente a AIDS). Isso tudo mostrado da maneira mais "real" e explicita possível. Tudo para chocar os valores americanos.

A idéia era boa e o filme fez o barulho necessário. Agora se serviu para alertar alguma coisa para melhorar as coisas é outra história.

O tempo passa e o cara continua fazendo os mesmos filmes. É o caso desse "Ken Park", que eu vi semana passada. Nada de novo, a mesma "história", o mesmo tema e o mesmo "realismo". Que merda!

O seu filme anterior, Bully, pelo menos tinha a desculpa de ser baseado em fatos reais e tratava de temas mais interessantes. Acho que o sr. Larry precisa rever seus conceitos de cinema.

O melhor comentário sobre esse filme eu vi no site Rotten Tomatoes, de um cara chamado Pablo Villaca do site Cinema em Cena:

- "Pornografia infantil disfarçada de "arte"

Gênio!
Postar um comentário