propaganda

domingo, 27 de junho de 2004

Uma sexta-feira muito louca

Esse fim de semana assisti o filme "Uma sexta-feira muito louca" (Freaky Friday) estrelado pelas atrizes Jamie Lee Curtis e Lindsay Lohan.

A história é bastante manjada. Mãe e filha vivem brigando. Elas passaram recentemente por um problema, a perda do marido / pai. A filha está tendo problemas no colégio: notas ruins e vive ficando na detenção por causa de uma briga com uma coleguinha. Ela também vive brigando com seu irmão mais novo que sempre é defendido pela mãe. Além disso ela tem uma banda de rock que ensaia na garagem de casa. A banda finalmente vai ter uma chance num concurso de bandas novas mas tem um pequeno problema: o teste vai ser no mesmo dia do jantar de casamento de sua mãe.

Durante um jantar num restaurante de comida chinesa elas acabam trocando de lugar devido a um simples biscoito da sorte mágico dado por uma funcionária do restaurante. Na verdade o efeito vem apenas no dia seguinte quando elas acordam e descobrem que mudaram de lugar. Então o jeito é uma ir viver no lugar da outra por dia.

Uma curiosidade, descobri que é uma refilmagem de um filme de mesmo nome de 1976, estrelado por uma estrela mirim da época chamada Jodie Foster. Fiquei bastante curioso em ver esse original.

Já deu pra perceber que o filme tem vários clichês. Mas o que faz dele um bom filme? A presença da linda e maravilhosa Linday é um bom motivo mas não o suficiente. A atuação acima da média das protagonistas que rendem várias situações bastante engraçadas. O roteiro que usa os clichês muito bem e também usa de várias referências pop modernas. Pois bem, para uma simples comédia o filme funciona muito bem. Diverte e garante muitas risadas sem ofender a sua inteligência. Tem tudo para se tornar um futuro clássico da Sessão da Tarde para as novas gerações.

Impossível não comprar por exemplo com outro grande clássico da Sessão da tarde: Vice-Versa (1988) estrelado por Judge Reinhold (conhecido por seu papel nos filmes Um Tira da Pesada) e por Fred Savage (da série Anos Incrivéis). A história é bastante parecida: pai e filho trocando de lugar. Só que dessa vez a diferença de idade entre os 2 é bastante grande.

Esses filmes levantam uma teoria interessante: será que para pais e filhos só conseguiriram se entender se por um dia eles trocassem de lugar e vivessem os problemas um do outro. Para parar e refletir a respeito.

Outra curiosidade, um dos atores principais do filme se chama Mark Harmon. Com certeza vocês não vão lembrar do nome dele mas devem pelo menos lembrar de um filme que ele fez. Bem que quando estava vendo o filme eu ficava pensando de onde eu o conhecia.

Pois bem, acabei descobrindo, ele estrelou o filme "Curso de Verão" (Summer School -1987), grande clássico da Sessão da Tarde. Ele era o professor que tem que dar aula para um bando de "losers" para não perder o seu emprego de professor. Sensacional!

E viva aos anos 80 e aos clássicos da Sessão da Tarde!
Postar um comentário