propaganda

quinta-feira, 16 de setembro de 2004

O Terminal


Ontem eu fui assistir ao novo filme da parceria entre Tom Hanks e Steven Spielberg chamado "O Terminal" que estrou no último fim de semana por aqui.

O idéia do filme foi meio baseada num fato real de um cara chamado Merhan Nasseri, um refugiado iraquiano que ficou preso no aeroporto de Paris depois de ter sido negado na Inglaterra e seu certificado de refugiado das Nações Unidas tinha sido roubado. As autoridas locais então não deixaram ele sair do aeroporto e ele ficou lá sozinho e sem ter pra onde ir. Depois de um tempo ele conseguiu permissão para ficar na França ou voltar para seu país. Ele preferiu continuar morando no terminal e contar sua história para quem quisesse ouvir.

Apesar de não ser um remake, outro filme já tinha sido feito baseado nessa história chamado "Tombés du ciel" (1993, França).

Tom Hanks faz o papel de Viktor Navorski que está indo para Nova York mas é barrado no ao chegar no aeroporto pois seu país, a Krakozhia (ou Krakósia em português), sofreu um golpe militar e com isso seu visto não é reconhecido nos EUA. O departamento de imigração sem saber o que fazer com ele resolve deixá-lo livre para ficar no terminal de desembarque internacional até saber o que fazer com ele. Então é que começam as situações geniais do filme. Imagine ficar no aeroporto sem saber falar nada de inglês por tempo indeterminado. Totalmente sem noção.

Dessa situação meio "trágica", Spielberg faz uma comédia muito boa com também uma boa dose de drama, diria até um pouco piegas. Mas faz parte, é o estilo dele de fazer cinema. Tentar emocionar as pessoas. Perto de filmes como E.T. por exemplo, tá longe de ser piegas.
Postar um comentário