propaganda

terça-feira, 18 de janeiro de 2005

Elektra

Ontem acabei indo conferir a pré-estréia do filme "Elektra", mais um filme baseado nos quadrinhos da Marvel, estrelado pela linda e maravilhosa Jennifer Garner.

A parte boa acaba por aqui pois o filme é totalmente ridículo, bizarro e ruim de doer. Ainda bem que tive a sorte de assistir de graça pois com certeza eu iria pagar para ver isso. Nada se salva no filme, a história é bizarra, as atuações são ridículas, nem mesmo a beleza de Jennifer é capaz de salvar alguma coisa desse desastre.

A história segue os acontecimentos do filme "Demolidor", onde Elektra tinha morrido. Aqui ela é ressucitada pelo seu antigo mestre. Depois de voltar a treinar com o grupo o mestre resolve expulsá-la sem motivo aparente. Ela então resolve ir ganhar a vida como assassina de aluguel. Ao receber mais um trabalho do seu "agente", ela tem que matar um pai e uma filha, mas ela resolve ajudá-los e acaba se envolvendo com o Tentáculo, que irá mandar um grupo fazer o serviço que ela tinha que fazer (matar o pai e filha) e aproveitar e matar ela também.

Os vilões mandados atrás da Elektra são muito bizarros! Quando eles morrem viram fumaça (!?). E isso é só o começo. Tem um outro que não morre ao receber tiros de uma arma mas acaba morrendo esmagado por uma árvore que ele mesmo derrubou (!?).

É até complicado descrever o quão ruim é esse filme. Esse ano os filmes baseados em heróis Marvel promete, depois de Blade Trinity e desse, agora é só esperar por "Quarteto Fantástico" que é a grande aposta deles desse ano.
Impossível não fazer uma comparação desse filme com outra bomba, "Mulher-Gato". Difícil dizer qual é o menos ruim. Bom, Elektra tem uma coisinha ou outra legal no filme, fora a presença de Jennifer Garner. Sendo assim, eu fico com "Elektra"!

Que "Batman Begins" venha para nos salvar...
Postar um comentário