propaganda

sexta-feira, 11 de fevereiro de 2005

Sideways

O diretor Alexander Payne está de volta com mais um sensacional filme chamado “Sideways”. Para quem não o conhece, ele dirigiu os filmes “As Confissões de Schimidt” e “A Eleição”. Se você não viu nenhum desses, trate de ir à locadora mais próxima alugar.

O filme conta a história de dois amigos: Jack (Thomas Haden Church, que eu fiquei tentando lembrar que outro filme ele tinha feito e acabei descobrindo que ele era o vilão de “George of the Junlge”) e Miles (Paul Giamatti, de “Anti-herói americano).

Jack vai se casar e Miles resolve levá-lo para uma viagem pelo interior da Califórnia para conhecer as vinícolas. Miles acha que desse jeito pode melhorar o gosto do seu amigo com as degustações de vinho, mas na verdade Jack só está interessado em uma despedida de solteiro comum, isto é, aproveitar seus últimos momentos de “liberdade” para transar com alguma mulher.

Durante a viagem esses opostos acabam se mostrando e com certeza irá mudar a vida deles para sempre...

As situações em que eles se metem são muito boas. Uma comédia, ou melhor, uma tragicomédia (pela dramaticidade da coisa), pois não é uma simples comédia de risos fáceis (mas tem uma ou outra cena que são totalmente sem noção, pra dar risada histericamente).

Um filme simples, sobre pessoas comuns em situações comuns (quem foi que disse que é preciso muito dinheiro para se fazer um filme bom?). E você ainda ganha grátis uma aula sobre vinhos.

Esse filme concorre a cinco Oscar: filme, direção (Alexander Payne), roteiro adaptado, ator coadjuvante (Thomas Hadden Church) e atriz coadjuvante (Viginia Madsen). Um absurdo o Paul Giamatti não está concorrendo pois ele é o melhor ator em cena no filme, mas faz parte, coisas do Oscar...
Postar um comentário