propaganda

sexta-feira, 11 de março de 2005

Constantine

Ontem fui conferir a pré-estréia de “Constantine”, o mais novo filme baseado em um personagem dos quadrinhos. Dessa vez o personagem vem de um revista chamada “Hellblazer”, de uma editora chamada Vertigo, uma divisão da DC comics, que faz quadrinhos para adultos. O filme é estrelado por Keanu Reaves e tem um diretor que faz sua estréia nos cinemas chamado Francis Lawrence (que dirigiu inúmeros clipes).

O problema começa na falta de fidelidade com os quadrinhos. Na revista o cara morava na Inglaterra, era loiro e não usa armas. Então pronto, o filme já começa totalmente errado. A história se passa em Los Angeles, Constantine agora tem cabelos pretos e nos cartazes de divulgação do filme ele está com uma arma em forma de cruz na mão. Alias, arma não, o negocio é uma metralhadora.

Eu até pensei que fossem transformar a história num filme de ação e aventura, mas até que o clima de suspense e terror, ou melhor, o clima sombrio é mantido. Mas é claro acabam acontecendo cenas de lutas e tiros.

A atuação de Keanu está até acima da média de seu nível de interpretação, lembrando que esse nível não é muito elevado.

Uma curiosidade é que um dos vilões do filme é interpretado por Gavin Rossdale, vocalista da banda inglesa Bush e também marido de Gwen Stefani (do No Doubt, que também virou atriz). Seu papel pelo menos é bem mais extenso do que a aparição nos cinemas de Gwen.

No final das contas o filme não chega a ser ruim no mesmo nível de filmes como “Mulher-gato”, “Elektra” ou “Justiceiro”, mas isso também não quer dizer que seja bom. O maior pecado fica por conta do roteiro que não é fiel ao personagem. Quem é fã dos quadrinhos vai ficar totalmente indignado. Eu que li apenas uma revista já fiquei pirado, imagine quem gosta mesmo das histórias.
Postar um comentário