propaganda

quinta-feira, 2 de junho de 2005

Melinda e Melinda

Woody Allen é um diretor que consegue a façanha de lançar um e as vezes até dois filmes por ano. Sua criatividade para contar história parece infinita. E seus filmes sempre são bons e competentes, claro que alguns mais do que os outros. E ele também costuma atuar, mas nesse “Melinda e Melinda” ele ficou apenas na direção.

Qual a diferença na vida entre a comédia e o drama? Quatro pessoas discutem sobre isso numa cafeteria. Um deles conta detalhes sobre uma história e pergunta se isso seria material para um drama ou para uma comédia. Um defende o lado cómico e outro o lado trágico. A partir daí o filme conta essas duas versões da história. Eis que entram as duas versões para a Melinda (Radha Mitchell).

O filme então tenta manter esse equilíbrio entre o drama e a comédia, mostrando que eles são bastante parecidos, tudo seria uma questão do ponto de vista.

O elenco ainda conta com nomes como Chloë Sevigny, Amanda Pet e Will Ferrel, que interpreta o personagem mais “Woody Allen” da história. Será que agora ele vai se dedicar mais a filmes “sérios”? Acho que não, visto que em breve ele estará em cartaz ao lado de Nicole Kidman em “A feiticeira”.
Postar um comentário