propaganda

quinta-feira, 29 de setembro de 2005

A Feiticeira

Quando fiquei sabendo que iam fazer um filme baseado no seriado “A Feiticeira” já fiquei imaginando como fariam para transportá-la para os dias hoje. O elenco prometia bastante com Will Ferrell e Nicole Kidman nos papéis principais. Mas depois de ver o trailer, fiquei “chocado”!

Na “história”, Ferrell é um ator chamado Jack Wyatt que iria estrelar uma refilmagem do seriado “A Feiticeira” e estava procurando uma atriz novata para viver o papel de Samantha. Enquanto isso Nicole vive o papel de Isabel, uma feiticeira que resolve ir viver no mundo dos mortais como uma pessoa normal. Eis que andando na rua Jack acaba encontrando Isabel por acaso e fica maravilhado em como ela consegue mexer o nariz igual a personagem e resolve chamá-la para estrelar o seriado ao lado dele.

A trama pra mim soava totalmente absurda e o filme tinha tudo para ser ruim. Ainda mais depois de ter lido as péssimas críticas sobre ele. Mas mesmo assim, a presença de Ferrell e Kidman valeria a pena uma arriscada nele. Ainda mais numa pré-estréia de graça, já que provavelmente eu iria acabar pagando pra ver quando estreasse. Alias, o filme chega aos cinemas nessa sexta-feira dia 30.

O filme começa bem e por alguns minutos eu estava quase sendo convencido de que a trama absurda criada para ele talvez pudesse até funcionar e ser interessante. Mas isso acaba indo por água abaixo devido a um roteiro muito fraco no desenvolvimento da narrativa.

Quem acaba salvando o filme do fracasso total são os protagonistas, principalmente Kidman. Ela como sempre está muito bem e super simpática, e o sua escolha para o papel parece ter sido um dos poucos acertos na produção. Alguns momentos protagonizados pelos dois são bem engraçados e acabam dando alguma dignidade ao filme. Até os papéis secundários protagonizados por grandes atores como Michael Caine (como o pai de Isabel) e Shirley Mclaine acabam sendo totalmente mal explorados.

O resultado final parece ser um filme que poderia ter sido interessante, tenta se esforçar em tentar ser bom por alguns momentos, mas não consegue passar do mediano. E isso acabou refletindo tanto em suas críticas quanto no público.
Postar um comentário