propaganda

terça-feira, 26 de fevereiro de 2008

Paranoid Park

Título Original: Paranoid Park (2007)
Com: Gabe Nevins, Dan Liu, Jake Miller e Taylor Momsen
Direção e Roteiro: Gus Van Sant
Duração: 85 minutos


Nota: 3 (bom)

O diretor Gus Van Sant começou fazendo filmes independentes, mas depois conseguiu alguns sucessos comerciais e um maior reconhecimento da sua carreira com “Gênio Indomável”, escrito pela dupla Matt Damon e Ben Afleck. Ele também fez a loucura de refilmar “Psicose”.

Em 2003 ele voltou a fazer filmes menores, de baixo orçamento e com atores poucos conhecidos. O primeiro foi “Elefante”, sucesso de crítica e vencedor de muitos prêmios como a Palma de Ouro em Cannes. Após fazer um filme baseado na vida de Kurt Cobain (“Last Days”), ele volta a temática adolescente em “Paranoid Park”.

Seguindo o mesmo estilo de “Elefante”, ele retrata mais uma vez a alienação juvenil americana e as conseqüências disso. Alex (o estreante Gabe Nevins) é um adolescente de 16 anos comum que gosta de andar de skate. Ele acaba se envolvendo em acidente fatal. A trama é baseada em um livro escrito por Blake Nelson.

Ao invés de fazer um filme baseado na fatalidade a história se aprofunda mais na mente de Alex para tentar entender e investigar o que se passa no mundo e na cabeça dos jovens. Para isso ele usa bastante do recurso visual para criar cenas muito bonitas, sem diálogos, principalmente de skatistas fazendo manobras, fotografadas por Christopher Doyle, conhecido por seu trabalho em “2046 – Os segredos do amor”.

Para quem gostou de “Elefante”, esse filme tem tudo para agradar. Agora fica a impressão que Van Sant meio que se prendeu nesse estilo e não acrescenta nada ao que já tinha sido mostrado antes em “Elefante”. É um bom filme, mas ficou faltando um algo mais.

Seu próximo filme já está sendo filmado, se chama “Milk” e conta a história do político homossexual Harvey Milk assassinado em 1978. Sean Pean será o protagonista e o elenco ainda conta com Emile Hirsch, Josh Brolin e Diego Luna. É aguardar pra ver.
Postar um comentário