propaganda

quarta-feira, 28 de maio de 2008

As crônicas de Nárnia – Príncipe Caspian

Título Original: The Chronicles of Narnia: Prince Caspian (2008)
Com: Anna Popplewell, Ben Barnes, Cornell John, Eddie Izzard (voz), Georgie Henley, Liam Neeson (voz), Peter Dinklage, Pierfrancesco Favino, Sergio Castellitto, Skandar Keynes, Tilda Swinton, Vincent Grass, Warwick Davis e William Moseley
Direção: Andrew Adamson
Roteiro: Andrew Adamson, Christopher Markus e Stephen McFeely
Duração: 144 minutos


Nota: 2 (regular)

Após o sucesso do primeiro Nárnia, já era de se esperar que a Disney fosse realizar a continuação. “As crônicas de Nárnia – Príncipe Caspian” traz de volta a Nárnia os quatro garotos Pevensie. A história lembra bastante a do filme anterior, isto é, os garotos vão lá para salvar o mundo mágico novamente. Só que dessa vez a coisa vai ser um pouco diferente.

Um ano se passou para eles no mundo real, enquanto em Nárnia se passaram mais de mil anos. A coisa por lá mudou bastante. Os humanos dominaram o lugar e exterminou os narnianos. O príncipe Caspian (Ben Barnes) é o herdeiro do trono, mas seu pai morreu e seu tio quer assumir o poder após o nascimento do seu filho, tornando o príncipe dispensável. Caspian foge e acaba sendo capturado pelo remanescentes do povo de Nárnia, mas antes ele usa uma espécie de flauta mágica para pedir ajuda. Isso faz com que se abra um portal e os garotos Pevensie vão parar em Nárnia novamente, onde irão se juntar com os remanescentes e a Caspian para salvar Nárnia dos humanos malvados e conquistar sua liberdade novamente.

Após o choque inicial do primeiro filme em se acostumar com as bizarrices do mundo de Nárnia, assistir essa seqüência é bem mais tranqüilo. Dessa vez não se perde muito tempo apresentando o lugar e os personagens, se concentrando mais nas cenas de ação.

Confesso que ainda não me conformo com o fato de ver adolescentes no meio de uma batalha, mas acabo abstraindo esse fato. Como havia dito, as cenas de ação estão bem mais interessantes. No meio do filme chega deu uma saudade de “Senhor dos Anéis”.

O resultado é filme mais legal e divertido que o anterior, que não era uma tarefa muito difícil. Apesar de ter alguns dos mesmos problemas do anterior em relação ao mundo de Nárnia, que não tem como ser mudado, as cenas de ação acabam dando um novo frescor a série. Mesmo assim fica a sensação de que a história no final das contas é quase a mesma.

* "As crônicas de Nárnia – Príncipe Caspian" estréia nesta sexta 30/05 em todo o Brasil, inclusive Salvador, com cópias dubladas e legendadas.
Postar um comentário