propaganda

terça-feira, 29 de julho de 2008

Arquivo X: Eu Quero Acreditar

Título Original: The X-Files: I Want to Believe (2008)
Com: David Duchovny, Gillian Anderson, Amanda Peet, Billy Connolly, Xzibit e Mitch Pilleggi
Direção: Chris Carter
Roteiro: Frank Spotnitz e Chris Carter
Duração: 104 minutos


Nota: 4 (ótimo)

Eu já fui fã da série “Arquivo X”, acompanhava pela Record. Em 1998 foi lançado o primeiro filme que se passava entre a 4º e a 5º temporada. Foi exatamente nessa época que eu desisti de continuar acompanhando. Primeiro pelo excesso de teoria da conspiração que o programa tinha se tornado que me fez perder a paciência, além da constante mudança de horário de exibição da série pela Record.

Pois bem, o seriado acabou em 2002 e agora em 2008 resolveram fazer um novo filme. O que esperar de “Arquivo X: Eu Quero Acreditar”? Bom, após ver os primeiros trailers a impressão que se tinha é que vinha uma bomba por aí. Felizmente estava enganado.

Esse novo filme resgata muito bem a época boa do seriado. Ao invés de tentar fazer uma trama mirabolante a idéia foi fazer como se fosse um episódio normal da série, só que com 2 horas de duração. Uma boa opção para matar a saudade dos fãs, tanto dos mais fanáticos quando aos mais ocasionais, como é o meu caso. Além disso, poder mostrar o que aconteceu com a dupla Fox Mulder (David Duchovny) e Dana Scully (Gillian Anderson).

Na história Scully seguiu seu trabalho como médica enquanto Mulder está isolado em casa pesquisando e tentando desvendar casos que envolvam fenômenos aparentemente sem explicação. Para agitar as coisas uma agente do FBI entra em contato com Scully atrás de Mulder para ajudar a tentar resolver um caso que envolve o sumiço de uma agente no qual um ex-padre diz ter visões sobre o crime.

Pronto, está montado todo um clima com os melhores elementos envolvidos na série. O roteiro respeita bem os personagens e o resultado lembra alguns dos bons episódios da série, além de ser melhor que a primeira tentativa no cinema.
Postar um comentário