propaganda

segunda-feira, 3 de outubro de 2011

Um Homem Misterioso

Título Original: The American (EUA , 2010)
Com: George Clooney, Violante Placido, Thekla Reuten,Paolo Bonacelli, Bruce Altman e Filippo Timi
Direção: Anton Corbijn
Roteiro: Rowan Joffe baseado no livro de Martin Booth(livro)
Duração: 105 minutos

Nota: 3 (bom)

Filmes sobre assassinos são tão comuns no cinema americano que já podem até ser chamados de gênero. Em “Um Homem Misterioso” o diretor Anton Corbijn (“Control”) faz seu segundo trabalho no cinema e traz uma nova visão a esse “gênero”. Então ninguém melhor que George Clooney para o papel principal, ator que está sempre disposto a apostar em filmes mais interessantes e fora do circuito de Hollywood.

Baseado no romance de Martin Booth, a história é um pouco clichê ao mostrar um assassino (vivido por Clooney) que está tentando sair dessa vida de assassino profissional e viver uma vida tranqüila. Em seu suposto último trabalho no interior da Itália acaba se envolvendo com uma mulher e se metendo em problemas.

Contando assim o filme parece ser bastante comum, poderia ser um filme de ação misturado com comédia romântica. Mas na visão de Corbijn, que originalmente era fotográfo, a história ganha um tom mais minimalista privilegiando a paisagem, a fotografia, como se fosse uma poesia.
Misturar um pouco de sensibilidade européia (o diretor é holandês) a trama é interessante, mas acaba sendo também a maior armadilha do filme. O excesso do tom de “filme de arte” acaba engessando um pouco a trama fazendo com que a ela não corra de maneira muito natural. Mesmo assim o resultado é positivo.
Postar um comentário