propaganda

terça-feira, 22 de maio de 2012

Piratas Pirados!

Título Original: The Pirates! Band of Misfits (Reino Unido, EUA , 2012)
Com as vozes: Hugh Grant, Martin Freeman, David Tennant, Salma Hayek, Jeremy Piven e Imelda Staunton
Direção: Peter Lord e Jeff Newitt
Roteiro: Gideon Defoe
Duração: 88 minutos


Nota: 4 (ótimo)

Os filmes de pirata voltaram a moda graças à franquia “Piratas do Caribe”, mas ela mesma acabou desgastando um pouco o tema. Felizmente a animação “Piratas Pirados!” consegue dar um novo ânimo aos piratas em uma história bem divertida e para todas as idades.



O mais interessante é a técnica de animação do estúdio inglês Aardman Animations (A fuga das galinhas) que utiliza bonecos e cenários feitos de massinha filmados em stop-motion (fotografado quadro-a-quadro) com alguma ajuda de computação gráfica quando necessário. Dessa forma os detalhes dos personagens fica bem detalhado, ainda mais em 3D.

Na história temos o Capitão Pirata (voz de Hugh Grant) que sonha em vencer o concurso de Pirata do Ano, mas os concorrentes não são nada fáceis. Ele e seu grupo de piratas são motivos de piada entre os outros piratas. Ele acaba se envolvendo com Charles Darwin (David Tennant) numa tentativa de levar seu papagaio meio gordinho, que na verdade é dodô (um raro animal extinto), como uma grande descoberta científica.

Esse envolvimento acaba rendendo boas piadas mais voltadas para o público adulto com as teorias da evolução. E ainda temos espaço para outras figuras históricas como a Rainha Vitória (Imelda Staunton), que odeia piratas.

No final das contas a história acaba caindo no tema da amizade entre os bucaneiros e o real espírito de ser um pirata. Nada muito inovador, mas que funciona muito bem garantindo boas risadas e diversão do começo ao fim. A trama é baseada nos livros de Gideon Defoe, que ele mesmo adaptou para o cinema, mas que ainda não foram lançados no Brasil.

A técnica de animação meio artesanal funciona muito bem em emular o espírito nostálgico das aventuras dos piratas e o roteiro mesmo sem ser muito criativo funciona muito bem graças aos personagens bem peculiares e divertidos, além de muito bem dublados. Com isso temos uma animação acima da média. Apesar de não ser tão genial quanto A Fuga das galinhas, o resultado é bastante positivo.
Postar um comentário