propaganda

sexta-feira, 2 de novembro de 2012

Robert Plant

25 de Outubro de 2012
Ginásio Nilson Nelson - Brasília – DF
Fotos tirada da página do Facebook da Vision Produções

Não é todo dia que você tem a sorte de ver o show de uma lenda do rock. Robert Plant, mais conhecido como vocalista do Led Zeppelin, se apresentou em Brasília no dia 25 de Outubro de 2012. Infelizmente não foi uma apresentação com sua antiga banda, mas algumas músicas do grupo estiveram presentes na apresentação.

Desde o fim do Zeppelin que Plant vem explorando outras vertentes musicais. Por um tempo ele teve o guitarrista Jimmy Page ao seu lado, mas agora ele vem caminhando solo. Sua voz aguda de antigamente não alcança mais o mesmo tom, mas ele ainda consegue cantar bem. 
Essa apresentação é nova dele junto com a banda The Sensational Space Shifters formada por Justin Adams (guitarra, bendir e vocais), Liam “Skin” Tyson (guitarra e vocais), Billy Fuller (baixo e vocais), John Baggott (teclados), Dave Smith (bateria e percussão) e Juldeh Camara (rititi - violino aficano de uma corda -, kologo - banjo africano -, percussão e vocais). Esse último acaba roubando a cena em diversos momentos do show mostrando muito talento com instrumentos fora do comum e também nos vocais.

Quem tivesse ido ao show esperando uma apresentação próxima ao som do Zeppelin iria sair um pouco decepcionado. O som estava mais “light” com uma pequena mais “bluseira”, além de influência de música indiana e africana graças a presença de Camara.

O repertório contou com músicas do seu último trabalho chamado “Nine Lives”. A música que abriu o show foi “Tin Pan Valley”, que faz parte desse disco, e tem até uma pegada mais rock. No mais rolaram alguns covers de blues e obviamente músicas do Zeppelin.

Não preciso nem dizer que esses foram os melhores momentos do show. Mesmo com um arranjo bem diferente do original as músicas ainda tem bastante força e apelo entre os fãs. Foi muito bom poder ver ao vivo clássicos como “Black Dog”, “Ramble On”, “Whole Lotta Love” e “Rock and Roll”, que fechou a apresentação com chave de ouro.
As 10 mil pessoas presentes foram ao delírio e fizeram bastante barulho de emoção, principalmente com as músicas do Zeppelin, mas também em estar diante de uma das figuras mais importantes da história do rock mundial.

Plant pareceu estar emocionado com a reação da platéia, mas estava bem tranquilo e sereno em cima do palco, bem diferente da época do Zeppelin é claro. Talvez ele pudesse ter escolhido umas músicas diferentes de sua antiga banda que tivessem mais a ver com seu momento atual. Mas não adianta “reclamar”, o importante foi poder ter visto e ouvido essa grande  e importante figura.

Postar um comentário