propaganda

domingo, 29 de agosto de 2004

Colateral

Tom Cruise está de volta as telas no filme "Colateral", dessa vez como o "vilão" da história. Ele é Vincent, um matador de aluguel que sai por Los Angeles para fazer uns trabalhos e acaba envolvendo o motorista de táxi Max (Jamie Foxx). A noite dos 2 acaba sendo muito movimentada e com certeza mudará a vida deles para sempre.

Tom Cruise anda escolhendo muito bem seus papéis ultimamente. Dessa vez ele assumiu um visual um pouco mais "maduro" ao usar cabelos grisalhos (mas não se preocupem meninas, é apenas peruca).


O diretor Michael Mann sempre consegue tirar excelentes atuações dos atores em seus filmes. "O Informante" deu o Oscar de melhor ator a Russell Crowe e ele também conseguiu a mágica de conseguir uma indicação a Will Smith a melhor ator no péssimo "Ali". Sua filmografia também inclui filmes como "Fogo contra Fogo" e "O último dos Moicanos", isso sem falar da série televisiva "Miami Vice". Gênio!

O elenco do filme também é muito bom. Participações de Javier Bardem e Mark Ruffalo (que praticamente nem reconheci, só quando vi o nome dele nos créditos que eu percebi, vejam as fotos: uma desse filme e outra de "De repente 30").


Para quem curte jazz, rola uma cena em um bar com uma banda fazendo uma "jam". A trilha do filme também conta com uma música do Audioslave chamada "Shadow on the sun", que ficou muito boa no contexto da cena.

A maioria das cenas foram filmadas com câmeras digitais para captar melhor a beleza de Los Angeles durante a noite. O filme faz um city tour bastante interessante pela cidade, que por sinal é muito bonita e principalmente à noite com um visual realmente de uma cidade grande e desenvolvida.

O filme realmente me surpreendeu. Eu pensava que seria apenas tiros e violência mas a história é muito bom e tem uma teoria filosófica e existencial muito interessante sem soar chato ou "cult". E claro que as cenas de ação também são muito boas. Tem uma cena numa boate que é muito gênial!

Para quem ainda não viu, corra logo para o cinema para conferir. Se duvidar acho que vou assistir de novo.
Postar um comentário