propaganda

quinta-feira, 2 de setembro de 2004

Brasil no Oscar de 2005

E começou a briga do Brasil pelo Oscar de 2005. Oito filmes se inscreveram para tentar ser o representante nacional na briga por uma das cinco vagas para melhor filme estrangeiro. Confiram a relação:

- "Benjamim", de Monique Gardenberg
- "Cazuza, o Tempo Não Para", de Sandra Werneck e Walter Carvalho
- "De Passagem", de Ricardo Elias
- "Garrincha-Estrela Solitária", de Milton Alencar Jr.
- "O Outro Lado da Rua", de Marcos Bernstein
- "Olga", de Jayme Monjardim
- "Pelé Eterno", de Anibal Massaini Neto
- "Redentor", de Cláudio Torres

E aí, alguém leva fé que vai dar Brasil dessa vez? Quem sabe o apelo do filme Olga, por falar de uma judia, segunda-guerra coisa e tal possa agradar o povo do Oscar que sempre gosta de filmes sobre esse assunto. Ainda mais que a indústria do cinema é comandada pelos judeus. Ou quem sabe o apelo popular do filme de Pelé, um dos brasileiros mais conhecidos no mundo.

Acho que só apelando pra esse tipo de coisa, porque se for depender da qualidade dos filmes a gente tá ferrado. Se "Cidade de Deus" que foi um dos melhores filmes já feitos por aqui não levou nada, a coisa complica.

E ainda tem o filme de Walter Sales "Diário de Motocicleta" que não sei como vai ser o esquema, já que é uma parceria de vários países. Aguardem novidades.

O resultado do escolhido nacional será divulgado no dia 21 de Setembro. A comissão julgadora é formada por André Luiz Pompéia Sturm, Carla Camurati, José Geraldo Couto, Luiz Severiano Ribeiro Neto e Paulo Maurício Germany Caldas.
Postar um comentário