propaganda

terça-feira, 16 de novembro de 2004

Má Educação

Para minha salvação, fui conferir o novo filme de Pedro Almodóvar chamado "Má Educação". Como sempre muito comentado e muito bem falado.

Eu curto muito os filmes de Almodóvar mas tinha ficado muito decepcionado com seu último filme, "Fale com ela". Não que o filme seja ruim, eu simplesmente não tinha gostado muito do drama da história. Além da presença insuportável de Caetano veloso. E muito se falou desse filme, diziam ser o melhor filme de sua carreira. Não procede!

Pois bem, ele deixa esse clima melodramático de lado e volta a fazer um filme digamos assim à moda antiga. Sua ousadia está de volta. Ele volta a tocar no tema do homossexualismo, afinal de contas ele também é gay. Um filme cheio de mistérios, revelações e um cilma de filmes noir (gênero de filmes feito muito nos anos 50 e 60 que sempre tem um crime, uma mulher misteriosa e também um clima meio "norturno", como por exemplo nos filmes "Los Angeles - Cidade Proibida" e "Chinatown").

Contar sobre a história do filme pode acabar estragando suas revelações. Basta saber que envolve igreja católica, sexo, cinema, travesti e homossexualismo. Acho que isso seria o suficiente para alguns simplesmente desistirem de ver o filme. Deixe o preconceito de lado e vá conferir uma excelente história.

As atuações sao muito boas e o ator mais conhecido do filme é o Gael García Bernal (que interpretou Che em "Diários de motocicleta").

O mais curioso é ver nas entrevistas de Pedro Almodóvar sobre o filme em que ele fala que não tem nada de autobiográfico no filme. Difícil acreditar nisso!
Postar um comentário