propaganda

terça-feira, 16 de novembro de 2004

Sob o Domínio do Mal

O primeiro filme do feriado foi "Sob o Domínio do Mal" (The Manchurian Candidate), refilmagem de um filme de mesmo nome de 1962 estrelado por Frank Sinatra e dirigido por John Frankenheimer. O diretor Jonathan Demme (Silêncio dos Inocentes e Filadelfia) assume a direção nessa nova versão, dessa vez estrelada por Denzel Washington (um dos atores que mais fez filmes esse ano).

O problema do filme é tentar ser atual, com muitas referências a atual administração dos EUA e ao mesmo tempo ter uma história fantasiosa e sem noção totalmente bizarra. Cheio de teorias da conspiração que mostrando o "bem" conta o "mal".

Não da pra levar a sério uma história de soldados americanos que sofrem lavagem cerebral e tem chips colocados em seu corpo para poderem ser controlados. Isso me fez lembrar aquele filme de Van-Damme chamado "Soldado Universal". Pelo menos nele tinham cenas de ação, porrada e não tem nada de política. Melhor do que tentar fazer um filme sério e "realista" com um história tão absurda.

Até rola um clima de suspense e mistério. O que teriam feito com os soldados, o que realmente aconteceu. Mas a medida que os fatos são revelados tudo vai por água abaixo.
Postar um comentário