propaganda

domingo, 23 de dezembro de 2007

Superbad - É hoje

Título Original: Superbad (2007)
Com: Michael Cera, Jonah Hill, Seth Rogen, Kevin Corrigan, Joe Lo Truglio, Martha MacIsaac, Emma Stone e Christopher Mintz-Plasse
Direção: Greg Mottola
Roteiro: Seth Rogen e Evan Goldberg
Duração: 114 minutos


Depois dos irmãos Farrelly e da turminha formada por Will Ferrell e afins, um novo nome começa a dominar as comédias americanas: Judd Apatow. Ele é produtor, diretor e roterista. Sua fama começou com o sucesso de “O Virgem de 40 anos”, estrelado por Steve Carell.

Confesso que não gostava do cara justamente por causa desse último filme citado, do qual eu odiei. Mas aos poucos ele está me convencendo que realmente é bom no que faz. E isso começa com “Superbad – É hoje”, do qual ele é produtor. Junto com ele está o ator Seth Rogen, que escreveu o roteiro do filme quando era adolescente nos anos 90 junto com Evan Goldberg.

Depois do sucesso de “Ligeiramente Grávidos”, dirigido por Apatow e estrelado por Rogen, a produção de “Superbad” ganhou força e seguiu no mesmo caminho de sucesso.

A história narra as aventuras de Seth (Jonan Hill) e Evan (Michael Cera), curiosamente os mesmos nomes dos roteristas, que junto com Fogell (Christopher Mintz-Plasse) precisam arrumas bebidas para levar a uma festa. Com o final do último ano do colégio chegando, essa pode ser a última oportunidade deles de conseguirem uma noite de sexo.

A grande sacada do filme é a caracterização dos personagens e suas referências. Se em “Virgem” o problema era o personagem principal ser tão caricato que perdia toda a graça, aqui os adolescentes realmente ganham traços mais “realistas” e convincentes. O roteiro é muito bem elaborado, engraçado, honesto, as vezes até dramático, e tudo isso com bons diálogos.

Sem dúvidas temos aqui um filme que tem tudo para se tornar um clássico do gênero adolescente, principalmente em futuras exibições na Sessão da Tarde. Garantia de boas risadas e boa diversão.
Postar um comentário