propaganda

segunda-feira, 4 de outubro de 2010

Lunar

Título Original: Moon (Inglaterra , 2009)
Com: Sam Rockwell, Kevin Spacey, Dominique McElligott e Rosie Shaw
Direção: Duncan Jones
Roteiro: Duncan Jones e Nathan Parker
Duração: 97 minutos

Nota: 4 (ótimo)

O filme “Lunar” marca a estréia do diretor Duncan Jones, que curiosamente é filho do astro David Bowie. Ele fez com modestos 5 milhões de dólares uma grande homenagem aos filmes de ficção científica. A primeira e clara referencia é o clássico de Stanley Kubrick “2001 – Uma odisséia no espaço”. Existem algumas semelhanças entre os 2.

Na história Sam Rockwell vive Sam Bell, funcionário da empresa Lunar que está prestes a acabar seu trabalho e poderá voltar para casa com sua filha e esposa. Ele trabalha sozinho numa base na lua supervisionando a mineração de Helium 3, um gás lunar que é usado como fonte de energia na Terra.

É justamente nessa solidão que o filme explora muito bem o personagem, que começa a perder a cabeça justamente por causa do isolamento e da rotina do trabalho. Será que ele está ficando louco? Seu único companheiro é o computador Gerty, dublado por Kevin Spacey.

O visual do interior da nave e o convívio entre homem e um computador inteligente lembram bastante o filme ‘2001’. Mas enquanto o filme de Kubrick é mais grandioso e silencioso, ‘Lunar’ é mais intimista e verbal.

O grande destaque do filme é a atuação de Sam Rockwell, que passa praticamente o filme todo sozinho em cena. Sem dúvidas é um de seus melhores papéis e responsável pela qualidade do filme junto com um ótimo roteiro.
Talvez falte um impacto um pouco maior na conclusão do filme, mas mesmo assim o resultado é muito bom. Pena que o estúdio que produziu o filme, Sony Classic, não tenha dado tanta importância ao filme lançando-o apenas em poucos cinemas na Inglaterra e nos EUA e lançando direto em vídeo nos outros países, inclusive aqui no Brasil.
Postar um comentário