propaganda

quinta-feira, 30 de junho de 2011

Foo Fighters – Back and Forth

Título Original: Foo Fighters – Back and Forth (EUA, 2011)
Com: Dave Grohl, Taylor Hawkins, Nate Mendel, Chris Shiflett, Pat Smear e Butch Vig
Diretor: James Moll
Duração: 100 minutos

Nota: 5 (excelente)

O documentário “Back and Forth” mostra a trajetória da banda Foo Fighters, fundada por Dave Grohl. Dirigido por James Moll, o filme conta um pouco sobre os 16 anos da banda sob o ponto de vista dos integrantes. O diretor entrevistou os membros e ex-membros separadamente conseguindo assim um relato bem interessante.

O filme começa obviamente falando do Nirvana, banda do qual Grohl foi baterista. Mas apesar de Dave ser o membro fundador e mais conhecido da banda, o filme mostra que a trajetória a banda tiveram bons e maus momentos. Saídas de integrantes, insegurança dos músicos no início da banda e como o grupo foi caminhando alcançando um público cada vez maior.

Além dos relatos dos integrantes, temos também diversas fotos e vídeos de shows e entrevistas de toda a carreira da banda. Tudo isso para chegar até a gravação do último cd da banda chamado “Wasting Light”, que foi gravado na garagem da casa de Grohl.

Os fãs da banda, assim como eu, irão descobrir vários detalhes sobre a carreira da banda, conhecendo melhor a trajetória do grupo. Para aqueles que não conhecem a banda o filme também pode funcionar como uma boa apresentação, mas a bem da verdade é que o negócio foi feito para fãs.

Show 3D

O documentário foi exibido nos cinemas em apenas alguns países e felizmente o Brasil teve a sorte de entrar na lista. Por aqui foram 2 dias de exibição em 24 e 25 de junho. A sessão que eu conferi aqui em Brasília foi bastante animada, no Cinemark do Píer 21. Tava até vendendo cerveja em lata dentro do cinema. Realmente parecia um show de rock.

Tanto que após o filme rolou a exibição de um apresentação ao vivo da banda gravado em 3D num estúdio onde eles tocaram todas as músicas do disco novo. Como o próprio Grohl diz no final do show, foi uma experiência “estranha”, mas foi bem legal. As músicas novas ao vivo ganham ainda mais energia do que no disco.

O filme já foi lançado nos EUA em DVD, mas ainda não tem previsão de lançamento aqui no Brasil. O jeito agora é esperar a banda vir tocar no Brasil, mas infelizmente nada confirmado. Esse é um show que eu não perco de jeito nenhum.
Postar um comentário