propaganda

quarta-feira, 5 de outubro de 2011

O Homem do Futuro

Título Original: O Homem do Futuro (Brasil , 2011)
Com: Wagner Moura, Alinne Moraes, Maria Luisa Mendonça, Gabriel Braga Nunes e Fernando Ceylão
Direção e Roteiro: Cláudio Torres
Duração: 103 minutos

Nota: 3 (bom)

O diretor Cláudio Torres tem conseguido manter um tom interessante em seus filmes ao conseguir pegar influências do cinema americano e transformá-las em algo com cara de cinema nacional. Com isso consegue estabelecer um bom equilíbrio entre o cinema comercial e o autoral. Em “O Homem do Futuro” ele continua no gênero comédia romântica, só que dessa vez misturada com ficção científica e viagem no tempo.

Assim como eu seu filme anterior “A Mulher Invísivel”, o grande trunfo do longa é o protagonista. Sem dúvidas Wagner Moura é o cara do cinema nacional. Seu talento, carisma e versatilidade são muito bons. E a sua presença é a principal qualidade do filme.

Ele vive Zero, um professor de física frustrado por um trauma romântico ocorrido no passado. Durante uma experiência ele acaba sem querer viajando no tempo e então aproveita a oportunidade para tentar corrigir seu passado e assim conseguir ficar com Helena (Alinne Moraes), seu grande amor.

A idéia do filme é bem legal, por mais que o tema viagem do tempo já seja bastante manjado. O diretor não tenta reinventar a roda e consegue construir um filme divertido e interessante até mesmo com algumas referências a clássicos do gênero como “De volta para o futuro”.

Alguns problemas do roteiro atrapalham um pouco o filme, mas não chegam a comprometer. O lance da viagem do tempo, o final e algumas mudanças de comportamento dos personagens durante a história. Mas tudo bem, apesar de tudo a presença de Moura fala mais alto e garante o resultado positivo do filme.
Postar um comentário