propaganda

sábado, 16 de junho de 2012

O Exótico Hotel Marigold

Título Original: The Best Exotic Marigold Hotel (GBR, 2012)
Com: Judi Dench, Tom Wilkinson, Bill Nighy, Penelope Wilton, Maggie Smith, Ronald Pickup, Celia Imrie, Dev Patel e Tena Desae
Direção: John Madden
Roteiro: Deborah Moggach e Ol Parker
Duração: 124 minutos


Nota: 4 (ótimo)

O título “O Exótico Hotel Marigold” já desperta uma certa curiosidade sobre o filme, ainda mais depois de conferir os nomes do elenco. Apesar de não ser fã do diretor John Madden (Shakespeare Apaixonado) resolvi dar uma chance ao filme e fui muito bem recompensado.



O hotel do título foi herdado por Sonny (Dev Patel, de "Quem Quer Ser um Milionário?"), que mesmo sem dinheiro resolve colocar o empreendimento em funcionamento. Para atrair os clientes ele da uma “maquiada” na propaganda, que acaba chamando a atenção de um grupo da terceira idade (ou melhor idade).

O grupo não se conhece, cada um tem sua própria razão para decidir embarcar nessa aventura em um país diferente. Todos são ingleses e o lugar em questão é a Índia, cheia de cores, bastante exótica e que irá influenciar todos do grupo.

A personagem principal acaba sendo Evelyn Greenslade (Judy Dench), que é a narradora da história. Ela acaba de perder o marido e descobre que ele deixou uma dívida. Para resolver esse problema ela terá que vender a casa onde mora. Então ela resolve embarcar para Índia, mais precisamente no Hotel Marigold, em busca de liberdade e de um sentido na vida.

O interessante do filme é justamente o ponto de vista de pessoas da terceira idade. Pena que com tantos personagens, 7 no total que fazem parte do grupo e sem contar a trama de Sonny e seus problemas, não da para desenvolver todas as histórias.

Mesmo assim o filme consegue dividir bem os momentos dos personagens e por mais que alguns tenham mais destaques que outros, todos acabam ganhando algum destaque.
Por mais que o filme não traga nenhuma inovação na narrativa, a história é muito bonita e interessante, intercalando muito bem o tom entre drama e comédia, resultando num filme muito bom. Indicado para todas as idades, mas principalmente para a terceira (ou melhor, como preferirem).
Postar um comentário