propaganda

quarta-feira, 7 de março de 2007

Pornô

Título Original: Porno (2002)
Autor: : Irvine Welsh
Tradução: Daniel Galera e Daniel Pellizzari
Editora: Rocco
Número de páginas: 568


Em 1993 o escritor escocês Irvine Welsh lançou o livro “Trainspotting”, romance que lhe rendeu status na cultura pop, principalmente depois da adaptação para o teatro e depois para o cinema nas mãos do diretor Danny Boyle em 1996. Em 2002 ele lançou “Pornô”, continuação dessa história. Aqui no Brasil o livro chegou em 2005.

Então temos de volta a mesma galera, 10 anos depois, que acaba tendo o destino cruzado novamente por acaso. Simon, o Sick Boy resolve entrar para o mundo dos filmes pornôs e vai atrás de Mark Renton, agora dono de uma boate em Amsterdã, “ameaça-lo” ao entrar em seu novo esquema. Ainda temos Spud, o único que continuou morando em Leith, além de Bergie, que acaba de sair da prisão. Vale lembrar da traição acontecida anteriormente, na qual Renton fugiu com o dinheiro do golpe que eles tinham aplicado. Então podem apostar que o clima de vingança está no ar.

Assim como no livro de “Trainspotting”, a história é separada em monólogos dos seus personagens, sendo cada capítulo narrado sob a visão de cada um dos personagens principais. Apesar de mais velhos, os personagens não parecem ter mudado tanto assim. Então o clima de drogas, dessa vez a cocaína, misturado com uma dose maior de sexo está de volta.

O diretor Danny Boyle chegou a falar sobre uma possível adaptação desse livro para os cinemas enquanto divulgava o filme “Extermínio” em 2003. Mas até hoje nada se concretizou e pelo jeito acho que vai ser difícil de chegar as telas. Bom, a esperança é a última que morre.

Para quem não leu o livro “Trainspotting” ou nem viu o filme, melhor nem chegar perto desse livro. Veja pelo menos filme e caso goste da história e dos personagens corra atrás dos livros. Eu mesmo só vi o filme e li agora o “Pornô”. Em breve, assim que eu ler o “Trainspotting” posto aqui no blog, falando sobre as diferenças entre o filme e o livro.
Postar um comentário