propaganda

terça-feira, 18 de novembro de 2008

[REC]

Título Original: [REC] (2007)
Com: Vicente Gil, Manuela Velasco, Manuel Bronchud, Carlos Lasarte, David Vert, Javier Botet, Martha Carbonell e Maria Lanau
Direção: Jaume Balagueró e Paco Plaza
Roteiro: Jaume Balagueró, Luis Berdejo e Paco Plaza
Duração: 85 minutos


Nota: 4 (ótimo)

O filme espanhol “[REC]” fez bastante sucesso por lá e acabou fazendo com que Hollywood comprasse os direitos para fazer uma versão americana. O remake se chama “Quarentena” (Quarantine) e só deve estrear por aqui ano que vem. Enquanto isso vamos falar sobre o original que estreou nos cinemas brasileiros.

“[REC]” utiliza elementos e uma idéia parecida com “A bruxa de Blair”, sem vender a história como “verdadeira”, e o atual “Cloverfield”, só que sem monstro. A grande diferença é a maneira como os recursos são utilizados que conseguem criar algo novo e surpreendente.

Ángela Vidal (Manuela Velasco) é apresentadora do programa “Enquanto você dorme” e está junto com seu câmera Pablo (Pablo Rosso, o diretor de fotografia) fazendo uma reportagem sobre os bombeiros. Eles vão junto acompanhar o atendimento de um chamado sobre uma senhora que está trancada em seu apartamento gritando alto e acordando todos os moradores do prédio.

Ao chegar lá descobrem que não é um caso comum quando a senhora ataca um dos policiais. Para complicar eles são trancados dentro do prédio sem maiores explicações. O pânico e a tensão vão aumentando e tudo vai sendo registrado pela câmera de Pablo.

Além de ter bons sustos, para provar ser um bom filme de terror ele também vai criando aos poucos o suspense e a tensão psicológica dos personagens. Aos poucos eles vão mostrando suas reais personalidades. Para completar os aspectos técnicos como o som e a fotografia ajudam a criar a atmosfera e o clima angustiante.

Os diretores Jaume Balagueró e Paco Plaza utilizaram também técnicas de filmagem parecidas com “A bruxa de Blair” ao não revelar todos os detalhes da trama para os atores para tentar tirar deles sustos bastante reais. O que se vê na tela comprova isso.

O resultado é um filme simples, criativo, tenso e surpreendente. Quem gosta de filmes de terror pode ir assistir que a diversão é garantida. Agora vale lembrar o detalhe do estilo de filmagem que pode incomodar alguns.
Postar um comentário