propaganda

segunda-feira, 1 de dezembro de 2008

Margot e o Casamento

Título Original: Margot At The Wedding (2007)
Com: Nicole Kidman, Jack Black, Jennifer Jason Leigh, Ciaran Hinds e John Turturro
Direção e Roteiro: Noah Baumbach
Duração: 92 minutos


Nota: 2 (regular)

Após a indicação ao Oscar de melhor roteiro original por “A Lula e a Baleia” muita expectativa se criou em relação ao novo trabalho do diretor e roteirista Noah Baumbach. Em “Margot e o Casamento” ele reuniu um ótimo elenco para contar novamente uma história de uma família em conflito.

Margot (Nicole Kidman), uma escritora de contos, viaja com seu filho para o casamento da irmã (Jennifer Jason Leigh). Elas não se falam faz um tempo e não tem se dado muito bem. Ao chegar Margot conhece o noivo da irmã (Jack Black) e não gosta muito dele. Ela começa então a tentar convencer a irmã a não casar com ele, mas isso é apenas o início de uma série de conflitos e confusões que eles irão enfrentar.

Mais uma vez Noah cria um clima bem realista ao retratar conflitos familiares misturando drama com tons sutis de comédia. O elenco está muito bem, destaque principalmente pelo papel sério de Jack Black que é uma grande surpresa por sua interpretação.

Apesar das qualidades iniciais, do clima realista e do bom elenco, Noah não consegue acertar a mão na direção como em seu longa anterior. Os dramas dos personagens são interessantes, mas algo se perde durante o desenvolvimento da história que resulta numa conclusão meio confusa e sem sentido. Aos poucos o filme vai se perdendo.

Depois de ter conseguido chamar a atenção com ‘A Lula’ o diretor optou por continuar no caminho do cinema independente e fez um filme ainda menos “amigável” para o grande público quanto o anterior. Se bem que nem mesmo os críticos parecem ter gostado tanto. Aqui no Brasil o filme foi lançado direto em DVD.

4 comentários:

Rodrigo Carreiro disse...

Ouvi falar muito bem desse filme, mas nã vi. Mais uma vez: preciso voltar a alugar filmes e baixar

Tucha disse...

Gostei muito de Lula e a baleia, achei de uma sensibilidade incrivel pra tratar com temas tão delicados como as relações familiares.

Já Margot gostei menos, achei um pouco confuso, faltando alguma coisa. As emoções não são trabalhadas, sei lá. Não acertou a mão dessa vez.

M. disse...

Concordo com você, o filme começa bem e depois se perde.
Kd minha camiseta??

M. disse...

Concordo com você, o filme começa bem e depois se perde.
Kd minha camiseta??