propaganda

terça-feira, 27 de outubro de 2009

Substitutos

Título Original: Surrogates (EUA, 2009)
Com: Bruce Willis, Radha Mitchell, Rosamund Pike, Boris Kodjoe, James Francis Ginty, Michael Cudlitz, James Cromwell e Ving Rhames
Direção: Jonathan Mostow
Roteiro: Michael Ferris e John Brancanato
Duração: 88 minutos


Nota: 3 (bom)

A literatura já foi grande fonte de inspiração e adaptação para o cinema. Ultimamente as histórias em quadrinhos têm cada vez mais ganhado seu espaço e não somente as de super-heróis.

Baseada na HQ de Robert Venditti e Brett Weldele, "Substitutos" (“Surrogates” no original) mostra um futuro alternativo no qual os seres humanos se conectam a robôs para viver suas vidas. As máquinas são perfeitas, bonitas e não envelhecem. Com elas as pessoas podem fazer o que quiser sem medo de se machucar.

A história começa quando 2 substitutos (como os robôs são chamados) são destruídos e seus usuários também morrem. Até então isso era impossível. Cabe então ao agente Tom Greer (Bruce Willis) descobrir o que houve.

O diretor Jonathan Mostow já tem experiência em filmes de ficção científica após comandar o péssimo “Exterminador do Futuro 3”, mas aqui consegue construir um filme mais interessante.

Apesar de trama apontar para caminhos mais complexos e levantar algumas questões, a coisa é feita de maneira bem superficial. Mesmo assim as cenas de ação são competentes, o que acaba fazendo com que o filme seja pelo menos divertido e interessante.

Além disso, o carisma de Willis como protagonista acaba deixando alguns furos e problemas do filme em segundo plano. As participações de James Cromwell e Ving Rhames também são bem interessantes.

A parte técnica também não faz feio com efeitos especiais bem feitos e também maquiagem. Ver Willis com cabelo e com aparência de 30 anos mais novo de maneira convincente é a prova disso.

Postar um comentário