propaganda

quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

Tiras em Apuros

Título Original: Cop Out (EUA, 2010)
Com: Bruce Willis, Tracy Morgan, Michelle Trachtenberg, Jason Lee, Rashida Jones, Seann William Scott, Adam Brody, Ana de la Reguera, Kevin Pollak e Susie Essman
Direção: Kevin Smith
Roteiro: Mark Cullen e Robb Cullen
Duração: 109 minutos

Nota: 2 (regular)

Kevin Smith é sem dúvidas um dos meus diretores favoritos, mas infelizmente ele errou a mão feio em seu último filme chamado “Tiras em Apuros”. A explicação é bastante simples, foi a primeira vez que ele resolveu dirigir um filme sem ter escrito o roteiro, que ficou responsável por Mark Cullen e Robb Cullen. O resultado é um filme bem abaixo da média, ainda mais considerando a filmografia do diretor.

A premissa parecia até ser interessante: Smith na direção e Bruce Willis estrelando uma comédia parodiando filmes policiais. Infelizmente além do roteiro e piadas ruins, o outro protagonista Tracy Morgan também não ajuda muito sendo bastante sem graça. Tem até algumas piadas razoáveis, principalmente algumas referências pop bem típica dos filmes de Smith, mas apenas servem para amenizar um pouco a má qualidade do filme. O roteiro erra muito o tom em não conseguir dar o clima certo entre uma comédia e um filme policial, que foi muito bem sucedido esse ano no filme “Os outros caras”.

O único ponto que merece destaque é a participação de Seann William Scott. Quando ele está na tela rouba totalmente a cena e dá alguma graça e qualidade ao filme. Pena que ele apareça tão pouco. Quem sabe se ele fosse o protagonista junto com Willis o resultado poderia ter sido diferente.

Uma pena ver um cara tão bom quanto Smith fazendo um filme desses. Fica parecendo que ele tentou fazer um sucesso comercial, mas nem nisso conseguiu ser bem sucedido já que o filme não foi bem nas bilheterias americanas, tanto que aqui no Brasil acabou sendo lançado direto em vídeo.

O jeito agora é esperar o próximo projeto de Smith chamado “Red State”, seu primeiro filme de terror, seja mais interessante.
Postar um comentário