propaganda

sábado, 11 de dezembro de 2010

Um Parto de Viagem

Título Original: Due Date (EUA , 2010)
Com: Robert Downey Jr., Zach Galifianakis, Michelle Monaghan, Jamie Foxx, Juliette Lewis, Danny McBride, RZA, Matt Walsh, Brody Stevens, Jakob Ulrich, Naiia Ulrich e Todd Phillips
Direção: Todd Phillips
Roteiro: Alan R. Cohen, Alan Freedland, Adam Sztykiel e Todd Phillips
Duração: 100 minutos

Nota: 4 (ótimo)

O diretor Todd Phillips mostrou que era um gênio das comédias em “Se beber, não case”, um dos melhores filmes de 2009. Vai ser difícil ele conseguir realizar algo tão genial quanto, mas com certeza ele sabe fazer rir. E seu humor politicamente incorreto é que faz a diferença em “Um Parto de Viagem”.

Ele escalou novamente Zach Galifianakis, que praticamente reprisa seu papel de ‘Se beber’, juntamente com Robert Downey Jr. para montar uma dupla de protagonistas excelente e que garante a qualidade e as boas risadas do filme.

A história é um pouco forçada, mas não chega a comprometer o filme. Os dois personagens se metem numa confusão no avião e acabam sendo proibidos de viajar, graças a uma lei vigente nos EUA após o 11 de setembro. Os 2 são totalmente diferentes e terão que se agüentar para enfrentar uma viagem de carro pelos EUA. O detalhe é que o personagem de Downey Jr. está “grávido” e sua mulher está prestes a dar a luz, então o tempo de viagem ter que ser o mais rápido possível.

O filme é na verdade um Road Movie em que os personagens irão enfrentar juntos as situações mais absurdas possíveis, enquanto tentam agüentar um ao outro. E são justamente nessas situações é que o filme ganha força e risadas, graças ao tom politicamente incorreto.

Além disso, o carisma e talento dos protagonistas é muito bom, dando ainda mais qualidade ao filme. Galifianakis prova mais uma vez seu talento para comédia enquanto Downey Jr. mostra sua incrível versatilidade em mais um papel cômico, deixando os “super heróis” um pouco de lado.

O resultado é uma ótima comédia, feita principalmente para o público masculino, assim como ‘Se beber’, mas que garante boas risadas para ambos os sexos que são fãs de humor politicamente incorreto.
Postar um comentário