propaganda

domingo, 1 de maio de 2011

Pânico 4

Título Original: Scream 4 (EUA , 2011)
Com: Neve Campbell, Emma Roberts, Courteney Cox, David Arquette, Marielle Jaffe, Rory Culkin, Erik Knudsen, Hayden Paniettiere, Marley Shelton, Adam Brody, Anthony Anderson, Marielle Jaffe, Nico Tortorella, Anna Paquin e Kristen Bell
Direção: Wes Craven
Roteiro: Kevin Williamson
Duração: 111 minutos

Nota: 3 (bom)

Em 1996 quando o filme “Pânico” chegou aos cinemas fez muito barulho. E foi merecido, o filme era realmente muito bom. Wes Craven conseguiu criar um novo filme de terror e dar um novo frescor ao gênero. O problema foi que após inúmeras imitações (“Eu sei o que você fez no verão passado”, “Lenda Urbana” e afins) e duas continuações o filme acabou perdendo sua força e impacto.

Dez anos após terceiro filme eis que Craven se reune novamente com o roteirista Kevin Williamson para fazer “Pânico 4”, juntando novamente o trio principal de protagonistas da série: Neve Campbell, David Arquette e Courteney Cox. A idéia era ressuscitar a franquia ao adaptá-la as “novas regras” do gênero.

A história se passa 10 anos após o filme 3. Sidney (Campbell) volta a Woodsboro, sua cidade natal, para promover um livro de auto-ajuda e começa uma nova série de assassinatos bem parecida com a do primeiro filme.

Então temos novamente várias piadas de metalinguagem do filme dentro do filme, sobre o gênero de terror, refilmagens coisa e tal. Algumas são boas, mas outras soam pretensiosas demais.

Agora na parte mais importante é que dar sustos o filme se sai muito bem. Ele consegue criar um clima de expectativa no que vai acontecer. Mas talvez na parte de terror ou suspense a coisa não funcione tão bem. O “drama” e algumas atuações também não ajudam muito, mas o saldo é positivo.

A escolha do assassino e dos seus motivos é bem interessante, sem dúvida o ponto mais forte do filme principalmente por ser melhor do que os outros filmes da franquia. O problema é o final acaba perdendo o impacto da revelação.

No final das contas o resultado é bom, o filme consegue ser bom e divertido. Só em conseguir ser melhor do que o 2 e o 3 já conta bastante. Agora não sei se foi suficiente para ressuscitar a franquia a ponto de merecer novas continuações.
Postar um comentário