propaganda

sábado, 20 de agosto de 2011

Harry Potter e as Relíquias da Morte – Partes 1 e 2

Título Original: Harry Potter and the Deathly Hallows: Part 1 and 2 (Reino Unido/EUA , 2010/11)
Com: Daniel Radcliffe, Rupert Grint, Emma Watson, Ralph Fiennes, Michael Gambon, Alan Rickman, Matthew Lewis, Evanna Lynch, Helena Bonham Carter, Bonnie Wright, Maggie Smith, Jim Broadbent, David Thewlis, Julie Walters, Mark Williams, James Phelps, Oliver Phelps, Natalia Tena, Emma Thompson, Jason Isaacs, Helen McCrory, Tom Felton, Warwick Davis, Domhnall Gleeson, Clémence Poésy, John Hurt, Geraldine Somerville, Adrian Rawlins, Robbie Coltrane, Gary Oldman, Chris Rankin, David Bradley, Kelly Macdonald, Ciarán Hinds, Hebe Beardsall, Devon Murray, Jassie Cave, Afshan Azad, Anna Shaffer, Georgina Leonidas, Freddie Stroma, Alfie Enoch, Katie Leung, Scarlett Byrne, Miriam Margolyes e Gemma Jones
Direção: David Yates
Roteiro: Steve Kloves
Duração: 146 minutos (parte 1) e 130 minutos (parte 2)

Nota: 3 (bom)

O único filme da saga Harry Potter que eu assisti foi “Harry Potter e a Ordem da Fênix”, mas com a estréia do último capítulo fui “obrigado” a assistir. Minha conclusão após assistir “Harry Potter e as Relíquias da Morte – Partes 1 e 2” é que definitivamente eu não consegui curtir o universo do personagem. Essa mistura de magia e mundo real não é pra mim.

Agora eu preciso admitir que como obra cinematográfica o negócio é realmente muito bem feito. Os produtores estavam sempre em busca de novos diretores para acompanhar a evolução da história. O diretor David Yates acabou sendo o que mais assumiu a cadeira da direção com 3 filmes e parece ter sido o que melhor conseguiu adaptar o mundo literário para o cinema.

Além disso, o grande elenco também merece destaque. O trio principal conseguiu evoluir e amadurecer junto com seus personagens. E eu pessoalmente gosto de atores como Alan Rickman, Helena Bonham Carter e Ralph Fiennes, só para citar alguns.

Como fui assistir a parte 2 nos cinemas, pelo menos assisti a parte 1 em casa antes para não ficar totalmente perdido na história. Essa idéia de dividir o filme em 2 tem vantagens para os fãs e para o estúdio que produziu o filme. Os fãs ficam felizes em ver a história na tela com mais detalhes, enquanto o estúdio ganha o dinheiro do ingresso duas vezes.

Supostamente a parte 1 era para contar a história e preparar terreno para a “guerra” na parte 2. Agora eu senti que a parte 1 é meio enrolada e carregada na “tensão”, mas a parte 2 entrega as cenas de ação prometidas e conclui a história de maneira convincente, apesar do epílogo meio desnecessário.

Bom, após 8 filme é hora de dizer adeus a Harry Potter. Agora resta a Warner arrumar outra franquia para continuar ganhando seus bilhões. Como ela é dona da DC, então pode apostar que iremos ver ainda mais personagens de HQ ganhando adaptação (como se já não houvesse várias).
Postar um comentário