propaganda

quarta-feira, 1 de abril de 2015

Cinderela

Título Original: Cinderella (EUA, 2015)
Com: Lily James, Cate Blanchett, Richard Madden, Stellan Skarsgård, Holliday Grainger, Derek Jacobi, Ben Chaplin, Sophie McShera, Hayley Atwell e Helena Bonham Carter
Direção: Kenneth Branagh
Roteiro: Chris Weitz 
Duração: 105 minutos

Nota: 4 (ótimo)

A nova onda em Hollywood agora é adaptar clássicos contos de fada, principalmente aqueles que já ganharam animações pela Disney, em filmes com atores de carne e osso. Geralmente a ideia era dar uma nova visão da história ou um ponto de vista diferente. Em “Cinderela” resolveram simplesmente ser fieis a história original, mas com um apelo um pouco menos infantil voltado para toda a família.


O que me chamou a atenção do filme foi a direção de Kenneth Branagh, um diretor mais “sério”, mas que já tinha feito um outro tipo de blockbuster: o filme de super-herói “Thor” da Marvel. O trailer já mostrava que a história seria bem fiel ao conto de fadas, mas eu sabia que Branagh conseguiria dar algum diferencial a trama.

Acho que todo mundo conhece a história de Cinderela mesmo sem nunca ter assistido nem mesmo ao desenho da Disney (me incluo nessa lista). A jovem que perde os pais, é maltratada pela madrasta, mas com a ajuda da fada madrinha consegue conhecer um príncipe encantado e ser feliz para sempre. Mas aqui a história é construída de maneira bem interessante e acaba soando mais verossímil, sem deixar a magia de lado.

A protagonista Lily James demostra muito talento e carisma no papel de Cinderela sem cair nos estereótipos de princesa ao conseguir mostrar simplicidade e beleza sem exageros. A química dela com o príncipe interpretado por Richard Madden (da série Game of Thrones) é muito boa e os 2 realmente conseguem vender a ideia de uma história de amor mais “realista” que muita comédia romântica por aí (risos).
Obviamente que o maior destaque vai para Cate Blanchett no papel da madrasta e ela consegue construir um personagem com suas motivações “plausíveis” para ser “má” sem ser caricata e principalmente sem ofuscar a protagonista da história. Mas o melhor personagem mesmo é a fada madrinha interpretada por Helena Bonham Carter que sem dúvidas tem a melhor e mais divertida cena do filme.

Temos então um clássico revisitado que se por um lado não traz grandes novidades ao conto de fadas, consegue ser fiel e interessante tornando a história um pouco mais verossímil sem deixar de ser um conto de fadas.


Frozen - Febre Congelante
Título Original: Frozen Fever (EUA, 2015)
Com as vozes: Kristen Bell, Idina Menzel, Jonathan Groff e Josh Gad
Direção: Chris Buck e Jennifer Lee

Esse curta que está sendo exibido antes de "Cinderela" mostra que Frozen tem tudo para continuar sendo uma franquia de sucesso. É um bom aperitivo para a continuação já anunciada que vem por aí. É só encontrar uma boa história porque os personagens são bem legais.
Postar um comentário