propaganda

segunda-feira, 10 de março de 2008

Escorregando para a Glória

Título Original: Blades of Glory (2007)
Com: Will Ferrell, Jon Heder, Will Arnett, Amy Poehler, Jenna Fischer, William Fichtner, Craig T. Nelson e Romany Malco
Direção: Josh Gordon e Will Speck
Roteiro: Jeff Cox, Craig Cox, John Altschuler e Dave Krinsky
Duração: 93 minutos


Nota: 3 (bom)

Aqui no blog eu já comentei sobre Will Ferrell e sobre o fato de seus filmes não estrearem aqui no Brasil, acabando sendo lançados diretamente em DVD. “Escorregando para a Glória” mudou isso e foi exibido nos cinemas. O problema foi que acabou ficando exatamente 1 semana em cartaz. Resultado foi que não consegui assistir e acabei baixando. Ele já foi inclusive lançado em DVD e só agora finalmente eu assisti

Ferrell parece estar se especializando em comédias paródias de esporte. Depois de sacanear o mundo das corridas de carro em “Ricky Bobby – A Toda Velocidade”, agora é a vez da patinação artística no gelo. O seu mais novo filme em cartaz lá no EUA se chama “Semi-Pro” e tem como tema um time de basquete. Será que esse vai chegar aos cinemas daqui? Aguardem maiores novidades por aqui.

Fazendo dupla com Ferrell temos Jon Heder, que ficou conhecido pelo papel título em “Napoleon Dynamite”. Eles vivem patinadores rivais que são banidos das olimpíadas de inverno por conduta violenta. Os 2 brigaram durante uma competição. Ambos seguem suas vidas com empregos menores até que alguém tem a brilhante idéia de como eles poderiam voltar a competir. Teria que ser como dupla, já que o regulamento não tem nada que impeça isso. Eles então formam a primeira dupla masculina a disputar uma olimpíada.

Com uma história tão absurda como essa já da para imaginar as situações bizarras que iremos presenciar. Quem já conhece os filmes de Ferrell já sabe muito bem o que esperar. Ele e Heder fazem uma dupla bastante interessante e garantem boas risadas. Somente a presença deles já é suficiente para convencer a conferir o filme.

Quem produziu o filme foi Ben Stiller, que pensava em atuar no papel principal mas desistiu por achar que já tinha feito muitos papéis parecidos. Ele foi convencido pelos irmãos Jeff e Craig Cox, que criaram a história e também escreveram o roteiro. A direção acabou nas mãos da dupla Will Speck e Josh Gordon, sendo este o primeiro grande filme de sucesso deles. O trabalho é mais conhecido deles é com comerciais de tv.

O resultado é um comédia legal, não tão boa quanto alguns outros trabalhos de Ferrell, mas que irão garantir boas risadas para quem curte os seus filmes. Para quem não curte vai ser apenas uma comédia besta e sem noção que pode ou não divertir.
Postar um comentário