propaganda

quarta-feira, 23 de dezembro de 2009

Avatar

Título Original: Avatar (EUA, 2009)
Com: Sam Worthington, Zoe Saldana, Stephen Lang, Sigourney Weaver, Michelle Rodriguez e Giovanni Ribisi
Direção e Roteiro: James Cameron
Duração: 162 minutos


Nota: 4 (ótimo)

O filme “Avatar” era um dos projetos mais misteriosos e aguardados no mundo de Hollywood. Desde 1997 quando dominou o mundo o diretor James Cameron não fazia nada, parecia estar curtindo uma aposentadoria. Na verdade ele estava tentando “criar” a tecnologia possível para contar a sua nova história. Nesse meio tempo fez uns documentários em IMAX para aprender sobre esse tipo de filmagem.

Finalmente agora no final de 2009 chega aos cinemas o filme que iria mudar o mundo do cinema. Confesso que não estava nem um pouco empolgado com os trailers, então não criei nenhuma expectativa. Exageros a parte, o filme realmente cumpre o seu objetivo. A parte visual em 3D é realmente impressionante.

A história do filme se passa no ano de 2154, um futuro onde os humanos já exploraram todos os recursos da Terra e agora tentam explorar um novo planeta chamado Pandora. Lá vivem os gigantes azuis chamados de Na'vi. O local onde eles vivem é rico num valioso minério para os humanos, mas eles não tem interesse em nenhuma das “riquezas” dos humanos. Uma cientista então desenvolve o projeto Avatar, no quais os humanos irão controlar corpos desenvolvidos para serem semelhantes aos Na'vi.

O personagem principal é Jake Sully (Sam Worthingon, "O Exterminador do Futuro: A Salvação"), um fuzileiro naval que ficou paraplégico e é convocado para o projeto Avatar para substituir seu irmão gêmeo. Como o Avatar é criado a partir da genética do seu usuário, Jake é o mais adequado a substituir o irmão. Cabe a ele a missão de se infiltrar no mundo dos Na'vi.

O universo criado por James Cameron é realmente impressionante, ainda mais em 3D. Assim como Jake o espectador vai conhecendo aos poucos o planeta Pandora e todos os seus habitantes. Ele acaba sendo escolhido pelos Na'vi para participar de um treinamento para virar integrante do povo. Sua mentora é Neytiri (Zoe Saldana, de "Star Trek") e acaba virando também interesse amoroso.

O grande drama do Jake é ficar no conflito entre os humanos, já que ele está fornecendo informações ao exército, enquanto vai sendo conquistado pelos Na'vi. E é justamente no desenvolver da trama e desses conflitos que o filme acaba perdendo um pouco de sua força.

A trama é uma aventura para toda a família e todas as idades, mas acaba pecando em alguns aspectos. O visual é maravilhoso, as cenas de ação são bacanas, mas a história acaba sendo o ponto fraco do filme. Os personagens humanos militares são totalmente caricatos por exemplo. Mas o pior mesmo é o conflito do Jake que é resolvido de maneira muito fácil, sem explorar melhor as nuances e ambigüidades do seu personagem.


Esses são só alguns dos pontos a serem apontados. Mas no final das contas eles não chegam a comprometer o filme, mas me impedem de dizer que ele é realmente excelente, um dos melhores do ano e coisas do tipo. Resumindo o filme é realmente impressionante muito mais na parte visual do que na narrativa, mas mesmo assim é um ótimo filme e prova o incrível talento de James Cameron. Pode não ser seu melhor filme, mas já é bem melhor que Titanic, então ta valendo.
Postar um comentário