propaganda

terça-feira, 3 de agosto de 2010

Esquadrão Classe A

Título Original: The A-Team (EUA , 2010)
Com: Liam Neeson, Bradley Cooper, Sharlto Copley, Quinton 'Rampage' Jackson, Jessica Biel, Patrick Wilson, Gerald McRaney e Yul Vazquez
Direção: Joe Carnahan
Roteiro: Joe Carnahan, Brian Bloom e Skip Woods
Duração: 125 minutos

Nota: 2 (regular)

Confesso que não me lembro de muita coisa do seriado de tv “Esquadrão Classe A”, mas lembro que não gostava muito. Mesmo assim a idéia de um filme parecia ser interessante. Mas infelizmente que parecia ser um filme de ação divertido acaba sendo prejudicado por muitos problemas que acabam comprometendo o fator diversão.

O filme conta a história de 4 ex-integrantes do exercito americano que foram um grupo de mercenários responsáveis por missões bastante complicadas. Na versão do cinema resolveram começar contando como eles se conheceram, algo nunca mostrado na TV, e é aí que a coisa já começa errada. Ao invés de usar o filme todo para apresentar os personagens, eles se conhecem absurdamente nos primeiros minutos do filme e pronto, está formado o esquadrão classe A.

A principal grande falha do filme na verdade está nas cenas de ação, que deveriam ser o grande trunfo. As cenas são muito malfeitas e pouca coisa se salva. Ainda tem um recurso no qual enquanto um dos personagens explica o plano ele é mostrado ele sendo executado. Isso funciona uma vez, mas depois cansa. As cenas de ação têm que ser convincentes e bem realizadas, por mais absurdas que elas sejam. Uma cena que mostra um tanque caindo de um avião mostra claramente os problemas com o uso de efeitos especiais.

Outro problema são os personagens. O mais legal e interessante, infelizmente é o que menos aparece em cena. Estou falando de Murdock, interpretado muito bem por Sharlto Copley (Distrito 9). Liam Neeson também está bem como o lider Hannibal, mas o “Cara-de-pau” (Bradley Cooper) e o B.A. (Quinton 'Rampage' Jackson) são decepcionantes. Principalmente o B.A. que era o melhor personagem do seriado.

O roteiro não é bom, as cenas de ação também não e metade dos protagonistas não ajuda, aí fica complicado do filme conseguir ser ao menos divertido. Quando os defeitos começam a falar mais alto, aí não tem salvação. Uma pena, pois poderia ter sido algo bem mais interessante.
Postar um comentário