propaganda

domingo, 20 de março de 2011

Besouro Verde

Título Original: The Green Hornet (EUA , 2011)
Direção: Michel Gondry
Roteiro: Seth Rogen e Evan Goldberg
Com: Seth Rogen, Jay Chou, Cameron Diaz, Tom Wilkinson, Christoph Waltz, David Harbour, Edward James Olmos, Jamie Harris, Chad Coleman e Edward Furlong

Nota: 3 (bom)

O filme “Besouro Verde” passou por vários problemas até o seu lançamento. O projeto começou graças a Seth Rogen, fã do programa de tv no qual o filme se baseia. Ele então resolveu escrever o roteiro, em parceria com Evan Goldberg, produzir e protagonizar. A idéia era arriscada, já que o que o programa de tv não era tão famoso assim a não ser pelo fato de ter promovido a carreira de Bruce Lee no papel secundário de Kato.

Depois de algumas mudanças de diretor, Michel Gondry (“Rebobine, por favor” e “Brilho eterno de uma mente sem lembranças”) assumiu o cargo fazendo seu primeiro blockbuster. A estréia também foi adiada algumas vezes, até ter sido lançada acertadamente em janeiro, onde a concorrência era menor. Para dar um ânimo maior ainda foi feita a conversão para 3D e no final das contas o filme acabou fazendo sucesso e tendo uma boa bilheteria.

A história talvez seja um pouco forçada demais. A origem do herói é meio absurda já que ele resolve do nada lutar contra o crime após a morte do pai e ao descobrir que o cara que faz seu café também sabe lutar e é um excelente inventor. Mas com o caminhar do filme o carisma dos personagens e dos atores fala mais alto e esses problemas acabam até sendo relevados.

Outro problema são as cenas de lutas que usam de maneira exagerada camera lenta e efeitos especiais. Isso acaba desperdiçando o talento de lutador de Jay Chou que interpreta Kato com a terrível responsabilidade de ser comparado com Bruce Lee. Ele é um ator meio limitado, mas não chega a comprometer seu personagem. O carisma de Rogen e também o talento de Christoph Waltz como o vilão garantem o elenco.

Apesar de todos os problemas o resultado final é até positivo. O filme consegue ser legal e divertido, mas nada mais do que isso. Infelizmente era de se esperar algo mais de uma parceria entre Rogen e Gondry, mas pelo menos o filme não é ruim.
Postar um comentário