propaganda

sábado, 3 de setembro de 2005

Procura-se um amor que goste de cachorro

O filme “Procura-se um amor que goste de cachorro” (Must love dogs) é baseado no livro da escritora Claire Cook e chega aos cinemas com direção e roteiro de Gary David Goldberg, que tem mais experiência na televisão em programas como “Spin City”. No elenco estão Diana Lane (“Infidelidade”, pela qual concorreu ao Oscar) e John Cusack (“Alta Fidelidade”).

Sarah (Diana) é uma recém divorciada que está recebendo apoio da família em encontrar um novo amor para ela. Eis então que sua irmã resolve tentar um novo método, colocar um anúncio (no qual diz que é preciso gostar de cachorro, daí o título do filme) em um site de paquera na Internet. Enquanto isso Jake é também foi abandonado recentemente por sua mulher e um amigo dele está tentando ajudar e resolve tentar responder a um anúncio na Internet. Então Jake e Sarah acabam indo se conhecer e começa o jogo de encontros e desencontros.

O filme nada mais é do que uma comédia romântica, então analisando dessa maneira ele consegue ser competente no que se propõe. Alguns diálogos e situações legais são o destaque do filme, graças às boas atuações do elenco, principalmente de Cusack. O diretor inclusive deu liberdade total ao ator mudar seus diálogos no roteiro. Pena que a história seja centrada na personagem Sarah, seria legal se ele aparecesse mais.

Outro ponto positivo é o fato da história se tratar de personagens mais adultos, o que já foge um pouco dos padrões das comédias românticas atuais que costumam ser mais “teens”.

O grande problema do filme é não conseguir fugir da obviedade acabar sendo totalmente previsível. Será que em algum momento do filme realmente você consegue duvidar que o casal de protagonistas irá acabar junto e tudo vai acabar bem? Acho que não. Mas talvez isso também faça parte desse tipo de filme, então não teria muito como fugir disso.

O resultado final é um filme comum, divertido em alguns momentos, com boas atuações e consegue agradar ao público que foi interessado em assistir a uma simples comédia romântica.
Postar um comentário