propaganda

sábado, 20 de outubro de 2007

Californication

Todo ano várias séries de tv novas estréiam nos EUA. Eu atualmente já assisto um monte delas: 24 Horas, Lost, Heroes, Simpsons, My Name is Earl, Prison Break, Smallville, Alias e Desperate Housewives. Então sempre fico na dúvida se devo começar ou não a ver mais alguma.

Entre estréias de 2007, a única que me chamou a atenção e curiosidade a começar a ver até agora foi “Californication”, estrelada pelo ator David Duchovny, mais conhecido como o agente Fox Mulder da série Arquivo X.

Aqui ele vive um escritor chamado Hank Moody que escreveu um livro de sucesso que virou um filme do qual ele não gostou. Além disso, ele passa por uma crise e não tem mais inspiração para escrever. Pai de uma menina de 12 anos, mas separado da mãe, ele ainda sonha em ter a família reunida novamente. Enquanto isso com seu jeito irreverente e politicamente incorreto ele vai seguindo seu estilo de vida se relacionando com várias mulheres diferentes.

Chegamos então ao ponto no qual a série me chamou a atenção de verdade. Segundo a revista Rolling Stone, é "a série mais pornográfica que já foi emitida na TV sem precisar usar o número do nosso cartão de crédito antes". Mas o seriado vai além disso e tem muita qualidade, uma história interessante, muito bom humor e claro, sexo.

O personagem vivido por Duchovny é sensacional. Ele declarou em entrevistas que a série ganharia o apelido de Arquivo XXX (XXX-Files, referência a séria pela qual ele ficou famoso). Segundo ele, a série é um retrato ao mesmo tempo triste e engraçado de um homem lutando contra o fato de ter estragado as melhores relações que construiu em sua vida: sua ex-namorada e sua filha. Moddy se odeia e parece querer forçar todas as pessoas que ama a o odiarem também.

A série deve estrear no Brasil no início de Novembro na Warner e foi bem recebida pelo público americano, tanto que a série já foi renovada para a segunda temporada.
Postar um comentário