propaganda

sexta-feira, 14 de maio de 2010

A Hora do Pesadelo

Título Original: A Nightmare on Elm Street (EUA , 2010)
Duração: 95 minutos
Direção: Samuel Bayer
Roteiro: Wesley Strick e Eric Heisserer
Com: Jackie Earle Haley, Kyle Gallner, Rooney Mara, Katie Cassidy, Thomas Dekker, Kellan Lutz, Clancy Brown e Connie Britton


Nota: 3 (bom)

A onda de remakes continua e mais uma vez a Platinum Dunes, que tem Michael Bay como um dos donos, resolve refazer um clássico do terror. Após ter estragado “Sexta-feira 13” e “O massacre da serra-elétrica”, agora chegou a vez de “A hora do pesadelo”.

A direção ficou com o estreante Samuel Bayer, diretor conhecido do mundo dos videoclipes responsável por clássicos como “Smells like teen spirit” do Nirvana e “Bulltet with butterfly wings” do Smashing Pumpkins.

O grande desafio era conseguir achar um ator para interpretar o vilão Freddy Krueger, que foi imortalizado pelo ator Robert Englund. Acertaram em cheio ao escolher Jackie Earle Haley, que fez Rorschach em “Watchmen”.

A história é a mesma do original. Jovens começam a ter os mesmos pesadelos no qual aparece a figura de um homem sinistro com rosto queimado e uma luva com lâminas. O problema é que o homem é capaz de machucar e até mesmo matar enquanto eles dormem.

O tom do filme tenta ser mais realista do que o filme original e explora mais o lado psicológico deixando o excesso de violência um pouco de lado. O visual é um dos pontos fortes, graças a experiência do diretor no mundo dos videoclipes. Algumas cenas são belas homenagens ao filme original, só que com efeitos atuais.

A escolha do diretor e do ator para o papel de Krueger fez com que o filme torna-se interessante. O resultado é bom, ainda mais considerando as últimas refilmagens do gênero feitas ultimamente. Um filme legal, que não ofende o original e que apresenta o personagem para uma nova geração.

Mas que está difícil agüentar essa falta de criatividade em Hollywood com esse excesso de remakes, isso está...
Postar um comentário