propaganda

sábado, 31 de julho de 2010

Kick-Ass - Quebrando Tudo

Título Original: Kick-Ass (EUA / Reino Unido , 2010)
Com: Aaron Johnson, Chloe Moretz, Nicolas Cage, Mark Strong, Christopher Mintz-Plasse, Clark Duke, Evan Peters, Lyndsy Fonseca e Jason Flemyng
Direção: Matthew Vaughn
Roteiro: Matthew Vaughn e Jane Goldman, baseado na revista de Mark Millar
Duração: 117 minutos

Nota: 5 (excelente)

Dave, o personagem principal do filme “Kick-Ass - Quebrando Tudo”, questiona sobre como é possível que nunca ninguém tenha tentado ser um super-herói. Afinal de contas num mundo onde existem jovens que sonham em ser Paris Hilton não teria algum nerd que tentasse ser um Homem-Aranha? Tudo bem, a maioria dos heróis dos quadrinhos tem algum super poder, mas têm alguns como o Batman que não tem nenhum. E assim conhecemos Dave, que resolve tentar virar um super-herói criando o Kick-Ass.

O filme é baseado numa revista escrita por Mark Millar, um nome importante no mundo dos quadrinhos que já teve outra obra adaptada para o cinema: “O Procurado”. Então pode esperar cenas de ação e violência.

O diretor Matthew Vaughn sabe muito bem como lidar e retratar a violência, já que ele foi produtor dos 2 primeiros filmes de Guy Ritchie e diretor de “Nem Tudo é o que Parece”, e também de adaptar quadrinhos ao ter feito "Stardust - O Mistério da Estrela".

Agora sem dúvidas quem rouba a cena e acaba se tornando de certa forma o protagonista do filme é a personagem Hit-Girl (Chloe Moretz). Ela é uma menina de 10 anos chamada Mindy que é ensinada pelo pai Damon (Nicolas Cage) a combater o crime junto com ele como vestidos de super-heróis.

A história deles se cruza após Kick-Ass ficar famoso após ter um vídeo divulgado na Internet e acaba chamando a atenção de Damon que resolve entrar em contato com ele.

A idéia da história é bem interessante. O diretor não economizou em estilo e violência, misturando comédia e drama com várias referências pop aos clichês do mundo dos quadrinhos. Ou seja, um prato cheio para os nerds fãs do gênero, mas que pode agradar também aos interessados em uma boa história cheia de ação e violência.

Claro que o filme não é perfeito, tem seus defeitos, mas suas qualidades acabam falando mais alto. Ele começa bem, parece se perder um pouco na metade, mas na última parte ele entrega o que promete com ótimas cenas de ação. E é justamente aí que a grande estrela do filme brilha: Hit-Girl. Ver uma menina de 10 anos dando tiro e batendo nos outros é sensacional! O carisma dos personagens é muito bom e até mesmo Nicolas Cage está bem, canastrão na medida certa para o seu personagem.
Postar um comentário