propaganda

quinta-feira, 19 de agosto de 2010

Salt

Título Original: Salt (EUA , 2010)
Duração: 100 minutos
Direção: Phillip Noyce
Roteiro: Kurt Wimmer
Com: Angelina Jolie, Liev Schreiber, Chiwetel Ejiofor, Olek Krupa, Daniel Olbrychski, Hunt Block e August Diehl


Nota: 3 (bom)

Angelina Jolie é uma atriz bastante versátil, sempre alternando papéis em dramas com filmes de ação. Em “Salt” ela volta aos filmes de ação que já lhe renderam bons momentos recentemente como em “
Sr. e Sra. Smith” e “O Procurado”.

Na história Jolie vive a Evelyn Salt do título do filme, uma agente da CIA que é acusada de ser uma espiã russa infiltrada na agência. Ela então foge em busca de provar sua inocência e acaba sendo perseguida pelo governo. A trama tem algumas reviravoltas, mas não chega a surpreender muito.

O estilo e da trama do filme lembram bastante a série Bourne, protagonizada por Matt Damon. Parece um filme genérico, mas tem suas qualidades. Tem boas cenas de ação e Jolie é bastante carismática, mas não consegue sair do terreno comum.

O diretor Phillip Noyce tem experiência em filmes de ação e espionagem como “O Santo” e “Jogos Patrióticos”, então ele consegue fazer um filme correto e competente, mas nada muito mais do que disso.

A única coisa que me incomodou um pouco foi a deixa para uma possível continuação, que pela bilheteria obtida é bem provável que aconteça. Talvez a personagem pudesse ter um desfecho mais interessante, definitivo e com um impacto maior.
Postar um comentário